sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Bancários aceitam proposta e encerram greve após 31 dias



Os bancários de Petrópolis voltam ao trabalho nesta sexta-feira (7). Isso foi decidido após a assembleia realizada pelo Sindicato dos Bancários de Petrópolis (SindBancários). A assembleia aconteceu ontem (6) à noite, na sede do sindicato, na Rua Marechal Deodoro.

Na quarta, na sexta rodada de negociação, a Fenaban subiu a proposta de reajuste em um ponto percentual e manteve o valor do abono em parcela única: 8% mais R$ 3,5 mil. Além disso, os bancários ficaram agradados com melhorias em benefícios: aumento de 15% no vale alimentação; 10% no vale refeição; e 10% no auxílio creche-babá. Ainda fixaria a licença paternidade em 20 dias e haveria criação de centros de realocação e requalificação. A categoria conseguiu abono dos dias parados. Também foi fechado acordo para o reajuste em 2017, que será inflação mais 1%.

A categoria pedia inicialmente 14,7% de reajuste salarial – inflação mais aumento real de 5%. No entanto, o próprio Comando de Greve orientou que as assembleias dos sindicatos aceitassem a proposta.

Essa foi a maior greve em 12 anos. Antes, em 2004, a categoria passou 30 dias paralisada. A do ano passado, por exemplo, durou 21 dias.

Ontem, no 31º dia da paralisação, sete agências do Bradesco, seis do Banco do Brasil e quatro da Caixa (17 no total) ficaram fechadas – 376 funcionários cruzaram os braços nesta quinta.

fonte: Diário de Petrópolis

Nenhum comentário: