Bernardo Rossi promete apoio para consolidação de negócios


Um dos deputados estaduais mais atuantes no estado, Bernardo Rossi garantiu 43 mil postos de trabalho em Petrópolis com emenda aprovada na Alerj mantendo a redução de ICMS para três setores fortes no município: moda, cervejaria artesanal e moveleiro. Candidato a prefeito pela coligação Petrópolis no Coração, Bernardo Rossi esteve nesta quinta-feira (15) no Morin, bairro característico de muitas confecções, conversando com os moradores sobre essas e outras ações para ajudar o empresariado a consolidar e ampliar seus negócios, além de atrair novas empresas gerando emprego e renda. Bernardo é candidato pela coligação formada por PMDB, PP, PSC, PSDC, DEM, PSL, PTC, PRTB, PV, PDT, PEN, Pros, PSDB, PMB, PRP, PTB e PHS

– Vemos um cenário preocupante na economia e por isso é tão importante o governo caminhar junto com os empresários. É possível sim criar mecanismos que ajudem as empresas a se manterem, porém mais ainda, estimulem o crescimento dos negócios e assim deixamos o nosso mercado mais atrativo para que outras empresas se estabeleçam aqui e geramos emprego, que é o que a população está pedindo e precisando. É exatamente o que faremos com uma política séria de incentivo fiscal para desenvolver nossa economia – defende Bernardo Rossi.

Com o benefício fiscal concedido aos setores, Bernardo Rossi garantiu empregos e estimulou o crescimento dos setores. Foi o que aconteceu com a produção de cerveja e chope artesanais que aumentou em 17% o número de empresas em apenas dois anos. De 12 passou para mais de 70 no estado, sendo 18 só em Petrópolis, empregando mil pessoas no município. Já a Lei da Moda, como é conhecida, reduziu o recolhimento de ICMS a 2,5% até final de 2018. As fábricas de móveis recolhem 2% de ICMS até 2018 e depois 3% de ICMS até 2033.

Bernardo Rossi defende que o governo deve incentivar, de todas as maneiras, o crescimento do empresariado local e contribuir para tornar Petrópolis mais atrativa para a instalação de empresas de outras cidades.

– Vamos incentivar a instalação de novos condomínios industriais e comerciais e resgatar áreas degradadas, como fábricas desativadas, com novas atividades econômicas. Os profissionais serão capacitados para o mercado de trabalho que vai atender às demandas econômicas e sociais e das novas empresas, que terão nosso apoio e infraestrutura para se instalar aqui. Estaremos juntos com o empresariado, seja com incentivo, orientação, o que for preciso para fomentar a nossa economia e garantir emprego e renda à população – garante Bernardo Rossi.

Comentários