Bernardo Rossi vai garantir a medicina preventiva com atendimento de qualidade e eficiente perto de casa



Autor da lei que garantiu às mulheres fluminenses a partir dos 40 anos a mamografia pelo SUS, Bernardo Rossi defende a medicina preventiva como melhor caminho para uma população saudável. Em dois anos, a rede púbica no estado garantiu 290 mil mamografias. Candidato a prefeito pela coligação Petrópolis no Coração, Bernardo Rossi tem ouvido diariamente em suas caminhadas os problemas relatados pela população sobre a saúde, como nesta sexta-feira (26.08) na Comunidade Oswaldo Cruz, no Valparaíso. Bernardo Rossi conversou com os moradores sobre as melhorias que promoverá garantindo atendimento médico perto de casa a crianças, adultos e idosos, assim como atenção especial para cada público. Bernardo é candidato a prefeito pela coligação (PMDB, PP, PSC, PSDC, DEM, PSL, PTC, PRTB, PV, PDT, PEN, PROS, PSDB, PMB, PRP, PTB, PHS).

“A saúde é um dos maiores anseios de todos. E tenho ouvido em todos os cantos da cidade os problemas na área, que vão da falta de médicos aos problemas na marcação de exames. E isso não pode continuar. Saúde é garantia de trabalho e qualidade de vida. Mas para isso é preciso que o sistema funcione. Não adianta garantirmos, por exemplo, a mamografia pelo SUS, se as mulheres demoram meses para marcar o exame. Em todo bairro que passo pelo menos cinco mulheres reclamam da demora no exame, que detecta o câncer de mama - que mata 13 mil mulheres por ano. Vou garantir que toda população tenha acesso a esse e outros exames, assim como ampliar a cobertura de Saúde da Família que é feita nos PSFs”, afirma Bernardo Rossi.

Nadir Garcia de Souza, de 84 anos, teve câncer de mama há 18 anos e defende a importância das mulheres terem políticas públicas específicas e eficientes, como o acesso à mamografia pela rede pública. “É um exame muito importante, principalmente para quem tem a doença e só assim descobre cedo para começar logo o tratamento. Conheço mulheres, como a minha comadre, que estava com suspeita da doença, mas teve que fazer a mamografia pelo particular por causa da demora. Temos direito de fazer o exame e ele tem que ser respeitado”, enfatizou a moradora.

Assim como a mamografia, Bernardo Rossi conquistou também outras ações focadas no cuidado à saúde, como a lei que foi transformada em campanha nacional de vacinação contra o câncer de colo de útero em meninas de 9 a 13 anos, provocado pelo HPV, além do Programa Estadual de Prevenção à Sífilis Congênita. Para Bernardo Rossi, além da prevenção voltada a população em geral, é preciso atenção especial, também, a cada público específico.

“A prevenção é algo que sempre vou defender e certamente garante mais saúde à população. Além de ampliar a cobertura de Saúde da Família, que faz o acompanhamento da população, vamos garantir o acesso a todos os exames e a realização dos exames laboratoriais, pois vamos expandir a coleta para todas as unidades de Saúde da Família. Mas também vamos reestruturar e fortalecer programas de saúde, como o da criança e implantar o Programa de Saúde do Homem, com o objetivo de atender demandas sobre doenças específicas para o público masculino”, enumera Bernardo Rossi.



Comentários