GE Celma e SENAI criam oficina escola de manutenção de motores aeronáuticos em Petrópolis



GE Celma e SENAI Rio deram partida a um projeto que promete ser um aliado de peso na formação de mão de obra para o setor aeronáutico no Estado do Rio. A Oficina Escola para Mecânicos de Manutenção de Motores Aeronáuticos, inaugurada nesta sexta-feira (15/07), é a primeira parceria do tipo no grupo GE fora dos Estados Unidos e será direcionada para a formação e qualificação profissional. A solenidade de lançamento contou com a presença do presidente do Sistema FIRJAN, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira e o diretor-presidente da GE Celma, Júlio Talon.

A oficina, instalada no SENAI Petrópolis, no Bingen, será uma réplica da unidade de manutenção e reparo da GE Celma – reproduzindo detalhes como cor do chão e das paredes e posição de maquinário – e tem como objetivo o desenvolvimento prático, visando o aperfeiçoamento da mão de obra e a excelência do serviço executado. Os alunos utilizarão as mesmas ferramentas, equipamentos e manuais encontrados nas plantas da GE Celma.

“O projeto da oficina escola faz parte do plano de crescimento da GE Celma, que irá investir US$ 100 milhões até 2020 para ampliar a capacidade operacional da companhia, atingindo a capacidade de 500 motores aeronáuticos de grande porte revisados por ano e fazendo com que a Celma cresça 25%”, afirma Julio Talon, presidente da GE Celma. “A inauguração desse espaço reafirma a parceria de mais de 30 anos da GE Celma com o SENAI, que é um centro de excelência em ensino, para a formação de mão de obra local. Pelo menos 80% do funcionários da GE Celma já passaram pelas salas de aula do SENAI”, complementa.

“Esta parceria inédita da GE Celma na América Latina confere uma nova dimensão à nossa atuação.  É uma companhia com destaque global que escolheu o SENAI Rio para capacitar seus funcionários e, no futuro, novos profissionais, para atender às demandas do exigente mercado de aviação”, diz Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, presidente do Sistema FIRJAN.

A iniciativa, que é a primeira fora da matriz da GE Aviation, em Cincinnati (EUA), alia o aprendizado e o aperfeiçoamento contínuo com o desenvolvimento das habilidades necessárias para atuação no mercado, como cursos de inglês técnico. O objetivo é formar os profissionais do futuro com base no conceito digital. “Fizemos a aquisição de um motor comercial para que os alunos possam colocar em prática os conceitos aprendidos em sala de aula, permitindo que eles tenham contato com as mesmas ferramentas, manuais e sistemas digitais utilizados na GE Celma”, explica Talon.

No primeiro ano de funcionamento, o espaço será dedicado ao treinamento de funcionários já contratados pela GE Celma. A expectativa, no entanto, é que, até o fim de 2017, turmas de novos alunos sejam abertas e o curso de Mecânico de Motores Aeronáuticos do SENAI passe a incluir aulas e treinamentos na oficina escola.

Até o final deste ano, cerca de 50 alunos passarão pela nova oficina escola em treinamentos de 90 dias. O espaço também oferecerá workshops para antigos funcionários da companhia, possibilitando a troca de experiências entre a geração Y e profissionais veteranos. “Esse projeto nos dá a oportunidade de devolver para a região em que atuamos parte das conquistas que alcançamos nos últimos anos”, declara Talon.

Comentários