quarta-feira, 29 de junho de 2016

Bomtempo entrega prêmio Prefeito Amigo da Criança para a cidade



O prefeito Rubens Bomtempo realizou, nesta terça-feira (28/6), a entrega simbólica do prêmio Prefeito Amigo da Criança para a cidade. O prêmio, concedido pela Fundação Abrinq, foi entregue a Bomtempo na semana passada em Brasília em um reconhecimento às políticas públicas desenvolvidas pela Prefeitura de Petrópolis, entre 2013 e 2016, para a infância e a adolescência. Na cerimônia desta terça-feira, no Theatro Dom Pedro, o prefeito compartilhou o prêmio com todos os que participam do sistema municipal de proteção e de garantia de direitos das crianças e dos adolescentes.

Entre os atores destacados pelo prefeito estão funcionários de secretarias municipais, especialmente da Educação, Saúde, Proteção e Defesa Civil e de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac); Conselhos Tutelares; Promotorias de Justiça da Infância e Juventude; Vara da Infância, da Juventude e do Idoso; e Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). Ele destacou e agradeceu a participação dos estudantes da rede municipal de ensino.

O prefeito ainda compartilhou o prêmio de Boas Práticas na Gestão Pública Municipal, também recebido na semana passada, em função do programa Escola Resiliente, que desde 2015 vem dando protagonismo aos estudantes da rede municipal no trabalho de redução de risco de desastres.

“Eu e Luciane (Bomtempo, secretária-chefe de Gabinete e vice-presidente do CMDCA) estivemos em Brasília representando cada um de vocês. Há toda uma força coletiva por trás dessa premiação que recebemos. É muito gratificante ver esse trabalho sendo reconhecido”, disse Bomtempo.

Luciane Bomtempo destacou o trabalho da Prefeitura nas diversas áreas, desde os atendimentos de pré-natal e neonatal, no Hospital Alcides Carneiro, à ampliação no número de vagas em Centros de Educação Infantil (foram criadas 2,6 mil novas vagas em três anos), passando pela campanha do Tenha Atitude, criada pela Prefeitura em 2014 para combater o abuso e a exploração sexual contra crianças e adolescentes. “Este prêmio, que teve o envolvimento de todos, é o maior prêmio que um gestor público pode receber. É um prêmio que mostra o compromisso que temos com o futuro da nossa cidade”, disse Luciane.

O juiz titular da Vara da Infância, da Juventude e do Idoso de Petrópolis, Alexandre Teixeira, parabenizou os funcionários de cada órgão envolvido nesse trabalho reconhecido nacionalmente. “O prêmio mostra que estamos no caminho certo e precisamos continuar nesse caminho. Esse prêmio se dá pelas pessoas que estão à frente dos seus órgãos. São pessoas comprometidas. O administrador estabelece as metas, as diretrizes, mas quem põe a mão na massa são vocês”, disse o juiz Alexandre Teixeira.

O promotor de Justiça da 2ª Promotoria de Justiça da Infância e Juventude da Comarca de Petrópolis, Odilon Lisboa Medeiros, também comemorou essa vitória da cidade. “Parabéns a Petrópolis por esse prêmio. Nós ficamos muito felizes em ver que está tudo funcionando. Nessa equipe de governo, nós encontramos todo mundo ligado à causa da criança e do adolescente”, disse o promotor Odilon Lisboa Medeiros, lembrando que o compartilhamento do prêmio com a cidade mostra que o prefeito Rubens Bomtempo recebe o título com humildade e com a certeza de que o trabalho tem que continuar.

A conselheira tutelar Mérilen Dias, coordenadora da Região Serrana I da Associação de Conselheiros Tutelares do Rio de Janeiro, destacou a estrutura garantida pela Prefeitura aos dois Conselhos Tutelares de Petrópolis. “Conheço os Conselhos Tutelares dos municípios da região, então sei que o nosso conselho está bem equipado, com estagiários, carros, funcionários. O nosso prefeito dá todo o suporte para que o Conselho seja cada vez melhor”, disse.

O vereador Thiago Damaceno é autor da lei 6.683, de 2009, que inclui a Defesa Civil no currículo escolar da rede municipal. A lei foi regulamentada em 2014, pelo prefeito Rubens Bomtempo, gerando o programa Escola Resiliente. Damaceno destacou os avanços obtidos na prevenção de desastres naturais. “Em 2001, quando o prefeito Rubens Bomtempo assumiu o governo em seu primeiro mandato, a Defesa Civil funcionava em um quarto, e tinha uma barreira que ameaçava cair ali. O único equipamento era uma faixa amarela para interdição. Hoje, depois de muito trabalho, a Defesa Civil de Petrópolis é uma referência no país”, disse.

Fundação Abrinq – Bomtempo fez a adesão ao programa da Fundação Abrinq ainda em 2012, durante a campanha para eleições municipais, se comprometendo a fazer uma gestão pública com ações para a infância e a adolescência. Bomtempo recebeu o prêmio de Prefeito Amigo da Criança pela segunda vez (a primeira foi em 2004).

Defesa Civil nas escolas – Desde que o prefeito Rubens Bomtempo incluiu, em dezembro de 2014, a Defesa Civil no currículo escolar da rede municipal, por meio do decreto 622, a Prefeitura vem atuando em três frentes para que os conceitos de prevenção de desastres naturais sejam trabalhados em sala de aula: a capacitação de professores pela internet, por meio da plataforma Pauta Online, com inscrições abertas no site da Prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br); a capacitação presencial dos professores de mais de 100 unidades, realizada mensalmente pela Defesa Civil; e o programa Escola Resiliente.

A cada mês, o programa Escola Resiliente reúne em três polos – Centro, Quitandinha e Itaipava – professores, funcionários e estudantes de 18 escolas municipais para trabalhar uma temática referente à redução de desastres naturais. A proposta é que o grupo que participou leve as atividades para a sala de aula dos oitavos anos dessas unidades, multiplicando esse conhecimento.

Nenhum comentário: