quinta-feira, 21 de abril de 2016

Página falsa no Facebook pede doações em nome de Frei Moser



Uma página falsa no Facebook pede a doação em dinheiro para o “Instituto Frei Antônio Moser”, que não existe. Ela foi descoberta na última terça-feira (19) pela Editora Vozes e informada à Província Franciscana, que vai tomar as medidas judiciais cabíveis. “O Instituto Frei Antônio Moser não existe, e nenhuma pessoa física está autorizada a arrecadar dinheiro em nome de nosso frade falecido”, confirmou a Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil, a Editora Vozes e o Centro Educacional Terra Santa.

A página é acessível no link: www.facebook.com/ptspetropolis

Até terça, ela era intitulada “Instituto Frei Antônio Moser”. Na tarde de ontem, o nome foi alterado para “Catholic University of Roma”. Porém, as publicações não tinham sido alteradas. Ela foi criada no dia 10 de março, um dia após a morte de Frei Moser, que levou tiros em uma tentativa de assalto na BR-040, enquanto se encaminhava para o aeroporto do Galeão.


No mesmo dia, a página fez uma publicação pedindo doações em dinheiro e fornecendo o número de uma conta da Caixa Econômica Federal. “Não vamos deixar nosso projeto acabar, faça sua Doação na Caixa Econômica Federal ou nas Casas Lotéricas Ag.:0359 Conta.:013.10486-2”, dizia a postagem. A tal agência fica em Tatuí (SP), cidade que fica a 146 km da capital paulista. Nós procuramos a Caixa para saber se a conta realmente existe e se foram feitas transferências para ela, mas o banco não respondeu.

Postagens estranhas

Ainda no dia 10, houve mais quatro postagens idênticas e diversas outras com textos mais longos, mas também pedindo doações financeiras, todas com fotos de Frei Moser. No dia 11, a página publicou uma foto com o texto: “Na Escola do Frei Moser os alunos aprendem mais sobre Ecologia e de Combate a Dengue”. Porém, a imagem mostra militantes da CUT e do MST mascarados. A página ainda apresenta outras imagens de militantes desses movimentos com frases como: “Muitas Lutas por um pedaço de Terra para construir um Lar são travadas todos os dias”.

Depois, uma outra mensagem diz que “Meu irmão deixa uma grande obra para vcs usufruirem, porém é necessário a Doação de Todos para que este projeto não morra” (sic) e torna a pedir doações. Nesta, há uma foto da irmã de Frei Moser, Ana Maria Moser.


Também há publicações com outras informações falsas, como a de que o Papa Francisco havia confirmado vinda ao Rio durante a Olimpíada e que visitaria o projeto Terra Santa, além de posts desconexos.
Não há informações sobre o criador da página e outras formas de contato. Até o fim da reportagem, 61 pessoas haviam curtido. O Diário enviou uma mensagem para a página, mas não houve resposta até o fechamento da edição.

A Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil, a Editora Vozes e o Centro Educacional Terra Santa emitiram nota conjunta afirmando que a página “não é reconhecida por nossas instituições e não tem, portanto, autorização de arrecadar dinheiro ou de se manifestar em nome de Frei Antônio Moser”. Os franciscanos fizeram uma denúncia ao Facebook e pediram que as pessoas tomem a mesma atitude. A rede social até pode vir a retirar do ar, mas o processo é um pouco burocrático, já que pede documentos comprovando que o denunciado não tem autorização para explorar aquela imagem ou nome. Também foi registrado um Boletim de Ocorrência em uma delegacia de São Paulo para tentar identificar o criador da página, que pode responder por estelionato e ser condenado a prisão de um a cinco anos.

FONTE: JORNAL DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

Nenhum comentário: