Caixa libera FGTS para moradores de áreas atingidas pelas chuvas



O prefeito Rubens Bomtempo esteve nesta terça-feira (19/4), em Itaipava, no posto da Caixa Econômica Federal, onde será liberado o pagamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) dos moradores de áreas atingidas pelas chuvas de janeiro. No local, são esperadas mais de mil pessoas. Para ter direito ao benefício, é preciso que o trabalhador seja morador de área atingida (conforme lista de endereços encaminhada pela Secretaria de Proteção e Defesa Civil à Caixa).

O posto de atendimento foi montado no Centro de Cidadania Desembargador Jorge Loretti, em Itaipava, e funciona das 10h às 16h, de segunda a sexta-feira, até o dia 29 de abril. No local, além da equipe da Caixa, há um agente da Defesa Civil, que irá registrar ocorrências ainda não registradas (se houver) de endereços que não constam na lista enviada à Caixa, para que um técnico faça uma vistoria no imóvel.

“A principal vitória de Petrópolis em relação às chuvas de janeiro foi não haver vítimas ou feridos. Após a desobstrução e recuperação de todas as ruas afetadas pelas chuvas, a liberação do FGTS para os atingidos é o nosso passo seguinte nesse processo, porque atende aqueles que tiveram perdas materiais com as chuvas. Com esses recursos do FGTS, o morador poderá retomar sua vida, recuperando o que perdeu, como móveis, por exemplo”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Para pedir a liberação do FGTS, é preciso levar os seguintes documentos: identidade (original e cópia); CPF (original e cópia); número do PIS/Pasep; e comprovante de residência no nome do trabalhador (conta de água, luz, telefone, extrato bancário ou declaração da Prefeitura), emitido entre outubro de 2015 e janeiro de 2016.

“Nós pedimos que o trabalhador já chegue ao nosso posto no Centro de Cidadania com a documentação completa e que fique atento, porque a liberação do FGTS será somente para os endereços enviados pela Defesa Civil à Caixa”, disse o gerente geral da Caixa Econômica Federal em Petrópolis, Emerson França.

A liberação do FGTS foi possível com o decreto 918 do prefeito Rubens Bomtempo, de 19 de janeiro, que declarou situação de emergência em Petrópolis. Na segunda quinzena de janeiro, a Secretaria de Proteção e Defesa Civil registrou 1.216 ocorrências de deslizamentos, inundações, alagamentos e pedidos de vistoria no período pelo telefone 199. As principais áreas atingidas foram os distritos de Itaipava, Pedro do Rio e Posse. Foram cerca de 500 barreiras em vias públicas no período.

Comentários