quinta-feira, 17 de março de 2016

Estudantes premiados e pais orgulhosos em solenidade na Câmara



Com as melhores médias escolares das redes públicas municipal e estadual, os estudantes Nicholas Alves da Cunha, de 14 anos, e Thaís Baltar, de 17, receberam da Câmara de Vereadores prêmios em dinheiro no valor de R$ 1.500, por conquistarem o primeiro lugar em cada um dos seus segmentos escolares. A premiação, que faz parte do projeto “Educação Nota 10”, é destinada a estudantes que obtém as melhores médias do Ensino Médio e do Ensino Fundamental de escolas públicas. Ao todo são premiados seis estudantes, sendo três do Ensino Médio e três do Ensino Fundamental. Os vencedores recebem os valores de R$ 1.500,00(primeiro lugar); R$ 1.000,00 ( segundo colocado) e R$ 500,00 (terceiro).

“Esta premiação é especial por valorizar o conhecimento. Percebemos a alegria no rosto de cada um destes adolescentes que dão seus primeiros passos em direção à realização dos sonhos profissionais. É um momento em que vemos o orgulho nos olhos dos pais e também a satisfação de profissionais da rede pública de educação, que também têm o seu trabalho reconhecido. Este é um projeto que incentiva os estudantes”, avalia o presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Igor (PMDB).

Em comum, além do gosto pelo estudo, os adolescentes premiados têm o objetivo de investir os valores recebidos em mais conhecimento. “Foi uma surpresa pra mim ficar em primeiro lugar. Ainda não sei exatamente o que vou fazer, mas já decidi que vou guardar este dinheiro para pagar algum curso”, disse Nicholas, que no ano passado concluiu o Ensino Fundamental na Escola Liceu Municipal Cordolino Ambrósio e foi o primeiro colocado entre os alunos do ensino Fundamental, seguido por Thamires Cabral Mamede Francisco Marcolino, da Escola Paroquial Nossa Senhora Da Gloria, e Eduardo Carvalho De Oliveira, da Escola Municipal Dr. Rubens de Castro Bomtempo, que ficaram em segundo e terceiro lugar, respectivamente.

“Esta premiação da Câmara é um incentivo importante para os alunos das escolas públicas. Estou muito orgulhosa”, diz Cláudia Alves da Cunha, mãe de Nicholas.

A estudante Thaís Baltar da Rocha, que iniciou este ano o curso de bacharel em Direito, também pretende investir o prêmio em mais estudo. “Estou muito feliz por receber este prêmio. Sempre gostei muito de estudar. Além de ganhar um prêmio que poderei investir nos meus estudos, é gratificante ter este reconhecimento aqui na Câmara”, conta a ex-aluna do Colégio Estadual D. Pedro II, que conquistou o primeiro lugar entre estudantes do ensino Médio. Os pais contam que Thaís já é uma referência para os irmãos mais novos de 15 e 13 anos. “Estamos orgulhosos demais dela. Vendo que ela está se saindo bem, os irmãos também passaram a  estudar mais”, contou o pai Valcir Rocha, que trabalha como fiscal rodoviário. “Além do prêmio ser um incentivo aos alunos, o reconhecimento do esforço deles em uma cerimônia como esta contribui para que eles se tornem adultos mais seguros”, comenta a mãe Adriana Baltar da Rocha.

Assim como Thais, também foram premiados os estudantes Giulia Tondin Monteiro, do Colégio Estadual Princesa Isabel, e Michael Firmo Da Cruz, do Colégio Estadual Cardoso Fontes, que conquistaram segundo e terceiro lugar respectivamente. “Com o prêmio poderei ajudar a pagar um curso de inglês ou a minha carteira de habilitação”, conta Giulia, que já teve a dedicação aos estudos reconhecida em outras premiações. “É um orgulho pra nós. No ano passado ela ficou em primeiro lugar na Olimpíada Brasileira de Física. Desde a 4ª série Giulia coleciona prêmios. Ela gosta muito de estudar e têm muita facilidade de assimilar conhecimento e também de passar para os amigos. Creio que ela seguirá pelo caminho acadêmico”, comenta a mãe, Luciana Tondin.

A sétima edição do projeto “Educação Nota 10” foi realizada no plenário da Câmara. A premiação foi estabelecida em 2010 e tem o objetivo de valorizar o ensino e incentivar estudantes da rede pública a se dedicarem aos estudos. Recebem os prêmios em dinheiro os seis alunos que obtém os melhores resultados a cada ano.

“A educação é o instrumento mais importante que existe para uma sociedade e deve ser sempre estimulada. O incentivo à educação e à valorização dos profissionais desta área tem sido uma prioridade para mim. Tenho a certeza de que mais importante do que o valor monetário que os estudantes premiados recebem é a dedicação que cada aluno da rede pública tem durante todo ano. No final, ganham os alunos premiados e também aqueles que se empenharam mais nos estudos por conta da disputa”, avalia Paulo Igor.


Na entrega das premiações os alunos são acompanhados pelos responsáveis e pelos diretores das respectivas escolas. A apuração das médias dos alunos candidatos ao “Educação Nota 10”, aferição de dados e indicação dos vencedores é feita pela Secretaria Municipal de Educação e pela Coordenadoria Regional Serrana III. A divulgação e coordenação do concurso são realizadas pelo Setor de Projetos Especiais da Câmara de Vereadores. 

Nenhum comentário: