terça-feira, 8 de março de 2016

Direitos da mulher são lembrados em ação nesta terça-feira (08) na comemoração do Dia Internacional da Mulher



O Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta terça-feira (08), foi de comemoração e em Petrópolis uma oportunidade para lembrar importantes direitos da mulher, entre eles o amplo acesso à mamografia e a vacinação contra o HPV para meninas de 9 a 13 anos, que também tem campanha nacional realizada neste mês, garantidos por leis do deputado estadual licenciado Bernardo Rossi (PMDB). Filiadas ao PMDB Mulher e da Juventude do PMDB promoveram uma ação no Centro da cidade, onde conversaram com o público informando sobre as normas, que já garantiram, por exemplo, mais de 250 mil mamografias e 380 mil vacinas na rede pública em todo o Estado, em 2015.

“É importante lembrar a força da mulher como mãe, como trabalhadora e chefe de família. Mais ainda lembrar direitos conquistados por elas na prevenção de doenças que chegam a matar até 13 mil mulheres por ano, como o câncer de mama, que tem na mamografia a ferramenta mais importante da detecção da doença. E conseguimos que ela seja feita em mulheres a partir dos 40 anos e nas duas mamas, contrariando o exame unilateral, que determina o Ministério da Saúde. E o cuidado com a saúde da mulher já começa desde cedo, com a vacinação contra o HPV para meninas de 9 a 13 anos, principal causador do câncer do colo do útero que é o terceiro tipo que mais mata mulheres no Brasil”, lembrou Bernardo Rossi.

Informativos com as leis voltadas para o público feminino foram distribuídos para as mulheres, que puderam conhecer melhor os seus direitos. 

"É de extrema importância que todas as mulheres saibam que podem fazer a mamografia gratuitamente, pois através dela que descobri meu câncer. Hoje, quatro anos após  fazer a cirurgia e todo o tratamento pela rede pública, estou curada e sei como foi imprescindível para minha cura o exame", pontuou a aposentada Marlene Eckardt, de 74 anos.

Para a presidente do PMDB Mulher, Raquel Vieira, ações como essa são importantes, pois é uma forma de sempre levar a informação para o público mais interessado, que ainda desconhece que pode fazer o exame na rede pública e levar suas filhas para vacinar contra o HPV.

“Mesmo com a ampla divulgação, ainda encontramos mulheres que não buscam ajuda simplesmente por não saberem que tem esse direito. Então é de extrema importância que a gente sempre lembre esses direitos para que nenhuma mulher seja impedida de cuidar da sua saúde e de graça”, pontuou.

Além da ação, diversas atividades estão programadas durante todo o mês de março para celebrar as mulheres, com workshops da beleza, palestras e exibição de filme.

Nenhum comentário: