Dia Internacional da Síndrome de Down terá evento no Centro de Petrópolis hoje (21/03)



Na próxima segunda-feira (21), o Brasil e mais de 40 países celebram o Dia Internacional da Síndrome de Down que tem como principal objetivo conscientizar a população sobre a questão da inclusão, propondo uma sociedade melhor.
 
Na próxima segunda-feira (21), das 13h às 16h, um ato de conscientização no calçadão do CENIP, Centro, marcará a data.

Para Gilda Beatriz, presidente da Comissão de Defesa das Pessoas com Deficiência e do Idoso da Câmara de Vereadores, essa data tem por finalidade dar ampla visibilidade ao tema, reduzindo a origem do preconceito, que é a falta de informação correta.

“Estarei com minha equipe panfletando e conversando com os cidadãos como em todos os anos, buscando aproximar o maior número de pessoas visando dirimir dúvidas dando o maior volume de informações para combater o preconceito. Como mãe de uma adolescente com Síndrome de Down conheço os desafios que toda pessoa com deficiência enfrenta para ter garantido seu lugar na sociedade. Devemos criar condições de inclusão social e educacional para que a pessoa com Down exerça plenamente a sua cidadania”, lembra Gilda Beatriz, que é psicóloga, especializada em Educação Inclusiva. Destacando que a Síndrome de Down não é uma doença, mas uma condição da pessoa dentro da diversidade humana. 

A data (21/3), ou 3/21 na grafia americana, faz referência aos 3 cromossomos número 21 que caracterizam a Síndrome de Down.

“As pessoas com Síndrome de Down têm dado lições ao mundo de que os limites e barreiras estão na sociedade. Demos um grande passo com a Lei Brasileira de Inclusão que amplia direitos e garante a igualdade de oportunidades. Agora é fiscalizar e fazer valer. E a informação é nossa maior aliada”, completa.

No Brasil estima-se que 300 mil pessoas tem a Síndrome.