Primeira turma de Arquitetura do campus UERJ-Petrópolis inicia ano letivo na segunda-feira

Curso que inaugura o campus no município tem 50 alunos matriculados.



Os 50 primeiros alunos do curso de Arquitetura no campus UERJ em Petrópolis começam oficialmente o ano letivo na próxima segunda-feira (29). As turmas, divididas em turnos da manhã e tarde, vão contar com corpo docente composto por 11 professores com doutorado que formarão os futuros profissionais. A expectativa é grande para calouros e para o deputado estadual licenciado Bernardo Rossi, que apresentou emendas e projetos que garantiram o investimento do governo do Estado na implantação do campus.

“O curso é inédito na UERJ e sua proposta curricular tem  ênfase na topografia da Região Serrana, o que já faz do curso de Arquitetura e Urbanismo uma referência no país”, aponta Bernardo Rossi, destacando ainda a vocação de Petrópolis como polo universitário. “Hoje temos mais de 30 diferentes cursos oferecidos em instituições públicas e privadas com mais de seis mil estudantes. Um desafio é oferecer cursos cuja mão de obra seja necessária para a cidade e região”.

O curso de Arquitetura no campus UERJ Petrópolis também é considerado pioneiro por apresentar dimensão social diferenciada, pois inclui as premissas de restauro, reuso e revitalização; geotecnia e urbanismo e habitação social. Além de incluir os alunos no panorama da realidade petropolitana, principalmente nas questões habitacionais, o curso também vai oferecer intercâmbios com universidades internacionais.

            Somado a isso, ele chega com outra missão além de formar arquitetos e um diferencial, que é ajudar a reduzir o número de construções em risco como forma de prevenção de desastres. Para isso, será criado no campus um escritório modelo que vai auxiliar por meio de projetos em habitação popular e orientação coletiva em comunidades, além de contribuir também com projetos individuais para famílias de baixa renda. 

            “É um sonho ver o campus pronto para receber esses alunos, que certamente terão papel fundamental em projetos para a área de habitação popular. Eles serão altamente capacitados para ingressar no mercado de trabalho na área que escolherem e competir com grandes profissionais.“, aponta Bernardo Rossi.

            O campus UERJ Petrópolis funciona no número 279 da Avenida Barão do Rio Branco, imóvel histórico e tombado. A casa foi palco da assinatura, em 1903, do tratado entre Brasil e Bolívia que resultou na incorporação do Acre ao território nacional. O imóvel – um complexo de várias casas – está sendo restaurado com seu interior adaptado para salas de aula.

Comentários