Ônibus do programa “Crack é possível vencer” está parado no pátio da Guarda Civil



O vereador Silmar Fortes visitou na segunda-feira (15/02) as instalações da Guarda Civil Municipal, após receber denúncias informando que o ônibus de monitoramento do programa “Crack é possível vencer” seguia parado por falta de câmeras externas e software para que pudesse atuar de forma adequada.

“Fui até a Guarda Civil Municipal onde fui muito bem recebido, e me foi mostrada toda a infraestrutura do ônibus com câmeras de monitoramento. A guarda foi treinada para utilizar essa ferramenta e passado mais de um ano o veículo não está em funcionamento e segue estacionado no pátio”, relatou Silmar.
Lançado em dezembro de 2011 pelo Governo Federal, o programa “Crack, é possível vencer” abrange um conjunto de ações no enfrentamento do crack e outras drogas e foi criado com o objetivo de aumentar a oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários de drogas, enfrentar o tráfico e as organizações criminosas, além de ampliar atividades de prevenção. Em Petrópolis 48 guardas civis foram treinados para atuar no programa que contempla municípios com mais de 200 mil habitantes, com envolvimento no município das secretarias de Segurança, Saúde, Educação e Assistência Social.

“Sabemos da questão das drogas e violência no município, que é crescente.  Tivemos  exemplos agora no carnaval, quando jovens foram mortos no Itamarati e ouvimos relatos de consumo de drogas em praças públicas. O ônibus não está sendo utilizado por pequenos detalhes e isso está prejudicando o nosso município, que está sendo privado de um programa que abrange educação, saúde e segurança pública. É um descaso, uma negligência com a população. Enviarei ofícios relatando o caso ao Ministério Público e ao Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas (CMPD)”, pontuou Silmar.

Comentários