PETRÓPOLIS: Moradores de áreas de risco devem sair imediatamente de casa e procurar locais seguros




Os moradores de áreas de risco devem sair imediatamente de casa e procurar locais seguros, como casas de amigos ou parentes que não sejam em áreas risco.

Em função da continuidade das chuvas moderadas e fortes ao longo de toda a sexta-feira e neste início de madrugada de sábado, há risco de deslizamentos generalizados na próximas horas em todo o município.

Por conta disso, por volta de 1h deste sábado (16/01/2016), a Secretaria de Proteção e Defesa Civil acionou as 18 sirenes do Sistema de Alerta e Alarme, alertando a população para o risco de deslizamentos generalizados.


Situação dos rios de Petrópolis, segundo o INEA. 

Click para ampliar. 

Boletim da Defesa Civil (15/01/2016 – 22h)

A Secretaria de Proteção e Defesa Civil informa que registrou, até às 22h, 57 ocorrências nesta sexta-feira (15/01/2016). A maioria nos distritos. Não houve vítimas ou feridos. O maior índice pluviométrico foi registrado em Araras, com 99 milímetros em 24 horas. A Defesa Civil opera em estágio de alerta.

Cinco casas foram interditadas por técnicos da Defesa Civil: uma na Posse, três no Retiro e uma na comunidade do Alemão, totalizando 17 desalojados. Todos estão na casa de parentes.
Na Posse, a casa foi atingida por um deslizamento. Na comunidade do Alemão, infiltrações devido às chuvas comprometeram a estrutura da casa. No Retiro, um deslizamento atingiu duas casas e descalçou uma terceira.

Equipes da Defesa Civil seguem na rua atendendo às ocorrências registradas pelo telefone 199.
A Defesa Civil informa que a preocupação é com a possibilidade de continuação das chuvas nesta noite, já que o solo já está encharcado devido às chuvas moderadas e fortes desta sexta-feira.

A Secretaria de Defesa Civil pede que moradores de áreas de risco saiam imediatamente se casa e se dirijam a locais seguros, como casas de parentes e amigos que não sejam em áreas de risco.
No caso de qualquer sinal de instabilidade na casa ou no terreno, o morador deve ligar para a Defesa Civil, pelo telefone 199, e solicitar uma vistoria. A ligação e o serviço são gratuitos.

Comentários