Vereadora volta a cobrar regularidade na coleta de lixo em Petrópolis, RJ



Moradores de Petrópolis, Região Serrana do Rio, sofrem com a coleta irregular de lixo. O serviço é prestado pela empresa terceirizada pernambucana Locar que já vinha operando no município de forma provisória desde janeiro de 2013.

Alerta foi da vereadora Gilda Beatriz (PMDB), durante a sessão plenária desta quarta-feira (04.11), que vem oficiando e pedindo explicações da Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep).

– Toda semana tenho recebo em meu gabinete reclamações sobre a irregularidade na coleta de lixo, capina e recolhimento de entulho em diversas comunidades. Apenas hoje, moradores da Vila São José no Centro, Alameda Aclimação localizada no Distrito de Itaipava e da Rua Dr. João Barcelos no Itamarati pediram ajuda para solucionar o problema. Não é de hoje que estou cobrando. Estamos falando sobre um contrato acima de R$ 78 milhões, por 24 meses. O repasse mensal equivale a R$ 3.261.927,47. A população tem todo direito de reclamar e como vereadora não vou deixar de exercer minha função de fiscalizar e mostrar as falhas na coleta que acarretam uma série de problemas como a proliferação de ratos, mau cheiro e outros que prejudicam os petropolitanos – explica a vereadora.