quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Vereadora denuncia morte de idosos na fila do SUS em Petrópolis



Em 2014, após visita ao Hospital Municipal Dr. Nelson de Sá Earp (Pronto Socorro), e da constatação de dificuldades no atendimento de emergência pelo SUS, a Vereadora Gilda Beatriz (PMDB), buscou apoio junto ao Ministério Público Estadual e da Defensoria Pública. A primeira medida tomada foi a assinatura de um “Termo de Recomendações” por esses órgãos, ao Poder Executivo determinando as providências mínimas necessárias para um atendimento emergencial com mais eficiência.

Na última quinta-feira (22.10), Gilda Beatriz, membro da Comissão de Saúde e Presidente da Comissão de Defesa da Pessoa com Deficiência e do Idoso  da Câmara de Vereadores, voltou a fiscalizar o HMNSE, como de costume.

– Infelizmente continuamos encontrando dificuldades no atendimento à população relativas a estrutura física e a falta de profissionais. Não existe triagem onde os pacientes mais graves são priorizados para o atendimento imediato, como já acontece nas UPAs. Na ortopedia, atualmente, nove pacientes aguardam internados em regime de espera para cirurgia que só poderão ser realizadas no Santa Teresa; um aguarda há três meses na fila, fora as pessoas que aguardam em suas casas, algumas com liminares expedidas pela Justiça. Já existem relatos de mortes de idosos que deveriam ser priorizados no atendimento de acordo com o Estatuto do Idoso. Estou denunciando esta grave situação a Promotoria de Justiça e Proteção ao Idoso e à Pessoa com Deficiência – afirma a vereadora. 

Nenhum comentário: