Vereadora cobra explicações da concessionária Águas do Imperador por falhas no abastecimento



Moradores dos bairros Floresta, Alto Independência e Atílio Marotti, em Petrópolis, RJ, reclamam dos transtornos provocados pela falta d’água na região. Eles dizem que as torneiras estão vazias há cerca de uma semana. A situação foi denunciada pela vereadora Gilda Beatriz (PMDB), na Câmara Municipal, durante a sessão desta quarta-feira (30.09).

“Pedi ao meu gabinete para entrar em contato com a empresa, fui informada que o problema ocorreu na estação de Montevideo, no Caxambu, obrigando a empresa auxiliar o abastecimento através da estação da Mosela. Segundo a Águas do Imperador, a situação será resolvida em breve. Oficiei a concessionária e vou continuar cobrando! A população não pode ser prejudicada por tanto tempo”, pontua Gilda Beatriz.
De acordo com a moradora do bairro Floresta, Regina da Silva, devido o problema famílias se viram como podem para tentar suprir a falta d’água nas torneiras.

“O problema é sério e afeta todo mundo que precisa tomar um banho, lavar um prato ou uma roupa. Quem quer água precisa comprar! Tenho três filhos pequenos e a empresa Águas do Imperador não abastece a comunidade há uma semana, por isso pedi a ajuda da vereadora Gilda Beatriz para resolver o problema. Cansamos de esperar uma explicação”, conta.

A concessionária Águas do Imperador opera em Petrópolis há 17 anos.

Hoje, são sete estações: Montevideo, Mosela, Bonfim, Itaipava, Pedro do Rio, Secretário e Taquaril, que tratam toda água distribuída pela concessionária.

Comentários