Sondagem Industrial da FIRJAN também aponta queda no volume de produção em setembro



Os empresários industriais das regiões Serrana e Centro-Sul Fluminense estão pessimistas quanto ao futuro. Mesmo com expectativa de estabilidade da demanda para os próximos seis meses, eles esperam queda das exportações (45,8 pontos), da compra da matéria-prima (44,6 pontos) e do número de empregados (41,8 pontos). Os dados são da Sondagem Industrial – Serrana e Centro Sul, divulgada nesta quarta-feira, dia 28, pelo Sistema FIRJAN. Os índices da pesquisa variam de zero a cem pontos e os valores abaixo de 50 indicam pessimismo.

A pesquisa da Federação das Indústrias apontou ainda queda na atividade produtiva em setembro. Os indicadores de volume de produção e de número de empregados ficaram distantes da linha de 50 pontos, 41,7 e 41,5 pontos, respectivamente.  Os empresários industriais também se mostraram insatisfeitos com a situação financeira de suas empresas no 3º trimestre, com o indicador atingindo 40,3 pontos. A margem de lucro foi de somente 32,6 pontos e o acesso ao crédito chegou a 35,6 pontos, também distante da linha divisória de 50 pontos.

Participaram da Sondagem Industrial empresas de Petrópolis, Três Rios, Sapucaia, Paraíba do Sul, Areal, São José do Vale do Rio e Comendador Levy Gasparian.

Comentários