Pronto Socorro e UPAs de Petrópolis ficam sem pediatras neste domingo



Neste domingo (25.10), famílias que buscam o Pronto Socorro e as UPAs não estão encontrando atendimento pediátrico. Na cidade onde dois médicos (prefeito e vice) governam com um orçamento de mais de R$850 milhões, R$240 para área da saúde, a população precisa contar com a graça divina na saúde pública. 2016 tem eleição, vai anotando aí... 

Comentários

Anônimo disse…
Pois é Eduardo e não sei se vc sabe mais a unica faculdade de medicina de Petrópolis não trabalha com mais médicos, bolsas,fies e nem enem e a Prefeitura não esta nem ai só sabe arrumar cursos de Arquitetura,direito,engenharia. para se formar médico o valor a desembolsar fica bem caro,só rico pode o pobre não tem essa chance por isso esta desse jeito a saúde um caos pq se gasta horrores, quem vai querer trabalhar em upas ou pronto socorro. a situação da Cidade é pessima