Prefeitura pede ressarcimento de quase R$ 150 mil ao Detran



O prefeito Rubens Bomtempo oficiou nesta semana o Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran-RJ) pedido de ressarcimento dos R$ 148.080,36 pagos pelo governo municipal pelo aluguel de terreno localizado na Rua José da Gama Machado, em Madame Machado. O espaço foi alugado em cumprimento a acordo firmado pela Prefeitura com o órgão para assinatura de convênio que permitiria a instalação de um novo posto de vistoria de veículos na cidade. O convênio foi assinado em 2014, mas o projeto de instalação do novo posto, que deveria ser executado pelo Detran, não foi concretizado.

“Cumprimos tudo o que foi pactuado com o Detran. Alugamos o terreno, firmamos o convênio e esperamos que o Estado elaborasse o projeto e instalasse o posto de vistoria. Vendo a demora, pedimos esclarecimentos ao Detran, ainda assim não vimos o projeto sair do papel. Neste ano, rescindimos o contrato e, agora, estamos oficializando ao Detran o pedido de ressarcimento das despesas aos cofres públicos municipais”, explicou o secretário de Administração e Recursos Humanos, Henrique Manzani.

No ofício enviado ao Detran, assinado pelo prefeito Rubens Bomtempo, a Prefeitura pede o ressarcimento de toda a despesa com o aluguel do terreno, pago pelo município por 15 meses, entre 2014 a 2015, quando foi rescindido o contrato por parte da Prefeitura. “Temos o maior interesse que este projeto saia do papel. O que não consideramos justo é tirar dos cofres públicos mais de R$ 9 mil mensais para pagar o aluguel de um espaço que não estava, como previsto, beneficiando a população. O projeto é extremamente importante, mas temos que gerir com responsabilidade e transparência os recursos públicos”, finalizou o secretário.

Comentários