Petropolitanos dão exemplo de solidariedade



Os quase 250 cantores, que vieram para Petrópolis para participar da XIV edição do Congresso Regional dos Meninos Cantores do Brasil, encontraram na cidade mais do que música, encontraram solidariedade. Isso porque famílias petropolitanas decidiram abrir suas casas para hospedar dezenas de visitantes durante os quatro dias em que estiverem na cidade.

“A hospedagem familiar é uma prática durante os eventos da Federação Nacional de Meninos Cantores, pois o trabalho dos corais é filantrópico, o que dificulta as despesas com hospedagem. Ficamos muito felizes em ver que a comunidade abraçou o congresso, ajudando a receber estes meninos e meninas”, comentou o presidente da Federação e maestro dos Canarinhos de Petrópolis, Marco Aurélio Lischt.

O que mais impressionou a organização do evento foi o apoio recebido por pessoas que não possuem vínculo direto com os corais dos Canarinhos, anfitrião do Congresso. Integrantes de grupos vocais que não participam do Congresso, como o Laus Deo e o Coral Municipal de Petrópolis fizeram questão de ajudar. “O maestro do Coral das Meninas dos Canarinhos, Marcelo Vizani, perguntou se poderíamos receber alguns cantores, e aceitamos de pronto”, afirma o integrante do Coral Municipal, Cláudio Miranda, que nunca havia hospedado integrantes de corais e está com um menino e uma menina de Campinas – os dois com 10 anos. “A estadia está sendo bem tranquila”, declarou Miranda, supervisor de uma indústria têxtil.

O espírito colaborativo foi além do ambiente musical. Gerente de uma agência do Banco do Brasil, Mônica Magalhães aceitou participar da acolhida após ouvir o pedido realizado durante uma missa na Igreja do Sagrado Coração de Jesus – que contou com a participação do Coral dos Canarinhos. “Quando o maestro fez essa solicitação, não pensei duas vezes”, afirmou Mônica, que hospeda duas coralistas da cidade de Itabirito (MG). “A vinda delas está sendo excelente! É uma experiência nova, além de alegrar o ambiente da casa. É uma ideia onde todos ganham, pois é uma experiência diferente. Estou procurando fazer o café da manhã inspirado nos famosos cafés mineiros”, disse.

A ajuda com a hospedagem é fundamental para a organização do evento. “Agradecemos muito todas as famílias que estão nos apoiando. Todas, de alguma forma, ajudam a levar os valores que regem o movimento do Canto Coral”, afirmou o presidente da Federação de Meninos Cantores do Brasil, Marco Aurélio Lischt.

Após oito anos, Petrópolis voltou a sediar um evento da Federação Nacional, fundada em 1967, com o intuito de movimentar o canto coral com meninos e jovens dentro da igreja. Hoje, a instituição também conta com a participação de meninas. O encerramento será neste sábado (17), com uma missa na Catedral São Pedro de Alcântara, às 16h.
Mais informações sobre o Congresso Regional de Meninos Cantores do Brasil, ou sobre as atividades do Instituto dos Meninos Cantores de Petrópolis podem ser consultadas pelo telefone: (24) 2104-4141, pelo site www.canarinhos.com.br ou pelo Facebook: http://fb.com/canarinhosdepetropolis.

Comentários