Petrópolis vai receber caminhão do Inea para coleta seletiva



A coleta seletiva em Petrópolis ganhará mais um aliado. A Prefeitura vai receber um caminhão baú do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), que garantirá o aperfeiçoamento e a expansão dos programas de reciclagem no município. A cidade foi habilitada pelo Estado depois de cumprir todos os critérios exigidos pela Secretaria Estadual do Ambiente, que incluem estar integrado ao Programa de Coleta Seletiva Solidária (PCSS) com investimentos próprios, possuir programa municipal de coleta seletiva implantado e ter estrutura para realizar a coleta seletiva domiciliar, entre outros.

“Cumprimos todas as exigências e ficamos entre os 15 municípios do estado que conquistaram o caminhão, que nos ajudará muito nas ações de expansão das políticas públicas voltadas para este tema, que em Petrópolis passou a ser tratado com prioridade em 2006, na segunda gestão do prefeito Rubens Bomtempo, com a criação do Programa Petrópolis Recicla”, explicou o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Almir Schimidt.

Quando o assunto é coleta seletiva, a Prefeitura de Petrópolis tem grandes frentes de trabalho em destaque. Os bairros Bingen, Mosela, Valparaíso, Morin e Alto da Serra contam com coleta seletiva em dias e horários específicos na semana. Além disso, 37 escolas municipais que fazem a separação de materiais recicláveis também recebem a coleta seletiva. A Comdep atende ainda as associações de moradores, empresas e até mesmo os moradores que queiram doar materiais recicláveis. O telefone para solicitar o recolhimento é 2292-9500. O município também conta com um Centro de Educação Ambiental na entrada da Mosela, que funciona como Ecoponto para a coleta de materiais recicláveis.

Tudo o que é recolhido pelo município vai para um centro de triagem, que funciona no Carangola, e o material é repassado à Comunidade D’Esperança Sociedade Cooperativa de Reciclagem, Associação Oficina de Jesus e Associação de Catadores de Material Recicláveis de Petrópolis.

A Comdep recolhe, em média, cerca de 120 toneladas de recicláveis por mês, entre alumínio, papel, papelão, pet, poli, vidro e material eletrônico. Destes, cerca de 2 toneladas de material são considerados rejeitos (lixo), sendo recolhidos pela empresa responsável pela coleta de lixo e descartados em aterro controlado. A companhia também faz, nos mesmos pontos, o recolhimento de óleo vegetal (que deve ser armazenado em garrafa pet limpa) e de lâmpadas.

Em 2014 foram recolhidos aproximadamente 5,2 mil litros de óleo vegetal e mais de 38 mil lâmpadas. Aos sábados, equipe da Comdep também recolhe, nas borracharias da cidade, pneus velhos. Os pneus são guardados e recolhidos por uma empresa que reaproveita o material. Em 2014 foram recolhidos mais de 13.800 pneus.