Habita Mais prossegue por mais dois meses



O Habita Mais continua pelos próximos dois meses com taxas de financiamento praticadas na feira válidas neste período. A feira imobiliária, a primeira do país destinada ao servidor público, foi realizada neste final de semana no Centro Cultural Ação da Cidadania, no Rio, com público de 18 mil pessoas em dois dias de evento.. Na feira foram negociados R$ 40.540.000,00 em imóveis, apurados em contagem preliminar. No final do período do programa de vendas, em 60 dias, a previsão é de mais de 4 mil negócios concretizados.

“A feira foi projetada para aproximar demanda de público reprimido e forçar baixa de preços e oferta de vantagens para o servidor. Ela desencadeia fechamento de compras por oito semanas”, estima o secretário de Estado de Habitação, Bernardo Rossi.

O Habita Mais é uma realização do governo do Estado por meio da Secretaria de Habitação. O evento teve a parceria da Prefeitura do Rio e da Ademi RJ (Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Rio de Janeiro) e do Sinduscon (Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado (Sinduscon).

“Sucesso de público com objetivos plenamente atingidos. Além da venda de 20% do estoque até 60 dias, o aquecimento deste mercado vai ser sentido em médio prazo com a iniciativa de mais empreendimentos pela construção civil”, avalia o secretário de Estado de Habitação, Bernardo Rossi.

Nos próximos 60 dias, o servidor poderá ainda adquirir imóvel com a possibilidade de descontos de até 20 %, isenção de ITBI, isenção de escritura e outros benefícios como apartamentos mobiliados, ofertas definidas por cada construtora.

“Nos dois dias de evento houve a chance de os preços serem negociados com mais ênfase diante da concorrência. Eram 30 construtoras lado a lado e o servidor que prestigiou conseguiu negociar ainda mais vantagens. Houve conquista de descontos de até R$ 35 mil no valor de um imóvel. Os benefícios do programa, no entanto, continuam”, aponta Bernardo Rossi.

O site www.habitamais.rj.gov.br vai ficar no ar pelos próximos 60 dias com acesso à listagem dos imóveis, às construtoras participantes e aos bancos Santander, Bradesco, Banco do Brasil e Caixa que participam do programa como agentes financiadores. Nos sites dos bancos é possível simular o financiamento.

“A feira está contribuindo para a redução de estoque de imóveis no estado na ordem de 20% e a expectativa é de que a construção civil alavanque mais empreendimentos, gerando emprego e renda em todo o Rio de Janeiro”, afirma Bernardo Rossi.

Bancos apontam alto índice de atendimento e construtoras comemoram negócios encaminhados

Juntos, os agentes financeiros parceiros do evento – Banco do Brasil, Caixa Econômica, Santander e Bradesco – atenderam mais de 3,5 mil pessoas em dois dias de evento.  Construtoras também preveem número acentuado de compras efetuadas nas próximas semanas. A Tenda, uma dos estandes mais movimentados no evento, vendeu 45 imóveis e tem mais 55 para serem fechados nos próximos dias.

“Um dos melhores eventos que participamos nos últimos tempos”, classifica Pedro Costa, gerente de vendas da Tenda. O superintendente da construtora ressalta o perfil diferenciado do público. “Os servidores chegaram informados e certos dos imóveis pretendidos e com documentos em mãos. Em negócios fechados na hora chegamos a 8% do total de atendimento. No feirão da Caixa, esse índice, em nossas vendas, é de 3%”, completa.

“A Caixa Econômica atendeu mais de duas mil pessoas e o evento é sucesso de público, organização e de negócios”, aponta Sérgio Salles superintendente regional da CEF.

“Superou as expectativas de todos: dos compradores, e claro, de organizadores, construtoras e bancos. O Habita Mais veio em um momento em que o mercado está estagnado e mostra que este público diferenciado pode ser provocado anualmente. A feira é sucesso hoje e daqui a três meses ainda haverá reflexos nas vendas do setor em função de sua realização”, completa Murillo Alevante, superintendente da Ademi-Rio.

Alegria da casa própria para muitos servidores

Alan Gabiatti, 33 anos, lotado na Secretaria de Segurança Penitenciária, servidor público há cinco anos e meio, aproveitou o segundo dia de feirão para comprar apartamento em Campo Grande. “Um desconto de R$ 10 mil e a prestação que cabe no bolso”, comemorou.  Acompanhado da noiva, ele faz planos de se mudar em outubro, quando o imóvel fica pronto. Para Natália Marques, 20 anos, a aquisição do apartamento vai antecipar o enlace. “O casamento agora pode ser antes”, brinca.
Professora da rede municipal, Michele Carvalho, 33 anos, também compareceu ao evento com o marido, Leandro, 38 anos.  Moradores de Curicica, escolheram a casa nova em Campo Grande. “Bem tranquilo todo o processo e pretendemos mudar assim que estiver pronta”, afirma Michele.

Comentários