Comdep é flagrada descartando lixo verde no bairro Siméria, afirma vereadora



Durante a sessão plenária desta quarta-feira (17.09), na Câmara Municipal de Petrópolis, Região Serrana do Rio, a vereadora Gilda Beatriz (PMDB), voltou a fazer duras críticas à empresa pernambucana Locar por falhas na coleta de lixo.

“O governo realizou a licitação e a empresa Locar ganhou um contrato acima de R$78 milhões para realizar a coleta de lixo e fazer a manutenção da cidade. Petrópolis continua suja e as comunidades sem capina, algo está errado. Vou notificar a Prefeitura de Petrópolis e solicitar junto à empresa pernambucana o mapa da coleta de lixo. Estamos falando de muito dinheiro público, quase 10% do orçamento da cidade, a população pode e deve cobrar um serviço de qualidade. Vou continuar fiscalizando e caso nenhuma ação seja anunciada, vou levar mais esta denúncia ao Ministério Público”, afirma.

O repasse mensal para empresa Locar é de R$ 3.261.927,47.

A vereadora denunciou também o descarte irregular de lixo verde feito pela Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep), antiga responsável pela coleta, no bairro Siméria.

“Vou propor a mesa diretora a convocação da Comdep. Precisamos entender qual a sua função agora que a Locar ganhou um contrato para realizar ações antes de responsabilidade da companhia. Como se não bastassem todos os problemas, uma pessoa flagrou e me enviou fotos de um caminhão da Comdep descartando lixo verde em uma rua no início do bairro Siméria. Local para o qual indiquei e depois de muita luta consegui a limpeza e uma nova iluminação. Um absurdo! O poder público deve ser o primeiro a dar exemplo e não o contrário”, completa Gilda Beatriz.