Vereadora fiscaliza manutenção de ônibus escolares em Petrópolis, RJ.



Preocupada com a situação da educação em Petrópolis, Região Serrana do Rio, a vereadora Gilda Beatriz (PMDB), vice-presidente da Comissão de Defesa da Educação, iniciou uma nova série de vistorias surpresa em escolas e ônibus escolares do município denunciando e cobrando soluções para situações precárias como a da Escola Municipal Jandira Peixoto Bordignon, hoje em reforma, no bairro Quitandinha, Escola Municipal Profª Maria da Gloria Queiroz, denunciada recentemente com indicação de urgência para obra, no bairro Independência e da Escola Municipal Major Theófilo de Carvalho, na área rural de Secretário, hoje em fase final da reforma.
“Não fiquei feliz ao constatar que crianças estudavam na varanda como aconteceu na comunidade da Rocinha, em Secretário. Denunciar e buscar soluções para os problemas fazem parte da minha função como vereadora, a vantagem de ser independente é ter liberdade também para elogiar quando o governo acerta ou consegue resolver a demanda”, explica Gilda Beatriz.

No início de junho, após fiscalizar a situação de ônibus escolares que atendem a área rural da cidade, Gilda Beatriz apresentou ao Ministério Público o resultado preocupante da vistoria.

“Na ocasião, encontrei um veículo com parachoque amarrado por um cabo para não despencar, na frente, o mesmo carro estava com o lado direito do vidro cheio de rachaduras. O outro ônibus estava com o aro de uma das rodas muito amassado e os pneus carecas. Um mês depois, volto ao local para fiscalizar os ônibus escolares doados pelo governo do estado e obtidos também através do Programa Caminho da Escola. Os pneus, vidros e parachoque foram trocados, os carros estão limpos e nossas crianças mais seguras”, finalizou.

Para dona de casa Marlene Mascheori, a manutenção dos veículos em dia deixa as famílias de alunos mais tranquilas.

“Entregamos ao governo nossos maiores tesouros, o mínimo que podemos exigir é segurança para nossos filhos dentro e fora da escola. Por isso pedimos a ajuda da vereadora Gilda Beatriz para denunciar e resolver este problema que tirou o sono de muitas mães e avós, como eu” comenta.

Os recursos do Programa Caminho da Escola são provenientes do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE). A iniciativa deve garantir transporte escolar principalmente a alunos que moram em áreas afastadas, de difícil acesso, mas são de responsabilidade do governo municipal a manutenção e a conservação dos veículos.

Comentários