Vereador Pastor Sebastião falta à votação importante para inaugurar extensão de linha de ônibus



Na última terça-feira (04), a Câmara Municipal rejeitou – em primeira discussão – o projeto de lei que autoriza o Executivo a contrair um empréstimo de até R$ 20 milhões para investir em tecnologia junto ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), através da AgeRio (Agência de Fomento do Estado do Rio de Janeiro).

A votação terminou empatada em 7 x 7, com isso, o governo que precisaria de 10 votos para aprovação do pedido terminou derrotado.

A polêmica sobre a votação foi muito além do assunto em pauta, dos quinze legisladores, apenas o vereador Pastor Sebastião não participou da votação.
Horas depois, nossa página começou a receber mensagens informando que o vereador participou na mesma noite da inauguração da extensão da linha 529, da Rua Débora Couto Sucupira, no Vicenzo Rivetti.

Por telefone, a assessoria do vereador Pastor Sebastião informou que a indicação da extensão foi sua, e destaca que o legislador participou da sessão, deixando a Câmara antes da votação para participar do evento na comunidade.