terça-feira, 11 de agosto de 2015

UERJ já tem locais de prova para Vestibular de Arquitetura em Petrópolis



Mais de 80 mil candidatos estão inscritos para a prova do vestibular geral da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) -  que inclui o curso de Arquitetura no campus Petrópolis.  O prazo de inscrição encerrou neste domingo (09.08) com 82.181 inscritos. A prova, de conceito, está marcada para o dia 13 de setembro e Petrópolis tem três locais de exame: Cenip, Colégio São José e Universidade Estácio de Sá. Os aprovados fazem, então, a segunda prova, discursiva, em novembro, já tendo escolhido a carreira que pretendem cursar.

O campus UERJ de Petrópolis inicia as aulas em março com duas turmas de 25 alunos cada, com aulas de manhã e à tarde. A Universidade já selecionou 11 professores, com doutorado, que formam o corpo docente do campus. Arquitetura no campus Petrópolis é o primeiro da UERJ na área – a Universidade oferece 32 carreiras - e o curso surge como referência no país.  
Iniciativa inédita no Brasil, a qualificação terá grade curricular com ênfase na região serrana e suas particularidades geográficas, topográficas e de meio ambiente. O curso será seriado, com períodos ininterruptos de março a dezembro.

“Petrópolis é a primeira cidade planejada do Brasil e o curso estar na Cidade Imperial significa reconhecer a importância do planejamento urbanístico que já era preocupação no surgimento do município”, aponta Ana Cristina Cordeiro, coordenadora da comissão organizadora dos concursos para o campus  UERJ Petrópolis.  A faculdade de arquitetura era uma demanda antiga e sua criação em Petrópolis amplia o alcance da UERJ para fora da cidade do Rio de Janeiro: "A demanda veio do governo do estado que queria reunir a interiorização da Universidade a cursos que efetivassem essa interiorização. Foi o caso do curso de Arquitetura e Urbanismo em Petrópolis", completa.

 “O campus da UERJ em Petrópolis, com a ênfase em Arquitetura, é um marco para a Educação da cidade. O reitor Ricardo Vieiralves, um entusiasta do projeto, já trabalha para consolidar no exterior intercâmbios com faculdades de arquitetura, o que trará ainda mais diferenciais”, frisa o deputado estadual licenciado Bernardo Rossi. Autor de emendas ao orçamento do estado que garantiram o campus UERJ em Petrópolis, ele acompanha o processo de instalação da primeira universidade pública da cidade.

A UERJ também está abrindo processo de licitação para a reforma do casarão histórico que vai abrigar o campus na Avenida Barão do Rio Branco, 279.  Por se tratar de imóvel tombado - casarão, onde em 1903, Brasil e Bolívia assinaram o tratado que resultou na incorporação do território do Acre ao Brasil - o restauro da Casa Barão do Rio Branco será acompanhado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac). O espaço da Casa Barão do Rio Branco é um conjunto de quatro casas, com terreno de 52 mil metros quadrados.

Nenhum comentário: