terça-feira, 14 de julho de 2015

Dois vereadores faltam à reunião da CPI da Educação, que acaba cancelada.



Instaurada no mês passado, a CPI que apura denúncias de irregularidades na Educação tem um prazo de 90 dias para concluir as investigações. Em um esforço para dar uma resposta rápida à sociedade petropolitana, a Câmara Municipal decidiu manter as duas CPIs em andamento na casa durante o período de recesso parlamentar que começou na última terça-feira.

Aberta ao público, a reunião da CPI da Educação ontem (13), precisaria de três, dos quatro membros, para ser realizada, mas apenas o presidente, vereador Anderson Juliano (PT) e a relatora, vereadora Gilda Beatriz (PMDB), compareceram.

O vereador Luizinho Sorriso (PROS), membro da base do governo, não compareceu a reunião e não teve o bom senso de comunicar, não apenas em respeito aos colegas, mas também em respeito à população que aguardou a transmissão da reunião em tempo real, via internet, no site da Câmara Municipal de Petrópolis, e pela televisão (canal 98 - Tech Cable). A Rede Inter TV, a assessoria do vereador justificou a falta em nome de um dia de atendimento a uma comunidade.

O mesmo bom senso faltou ao vereador Montanha (Solidariedade), que segundo sua assessoria, sofreu de um mal-estar. Aliás, é incrível o talento do nobre vereador para faltar em momentos importantes, como a votação do passe livre dos estudantes, por exemplo.

Minha saudosa avó ensinou-me que um homem não deve assumir um compromisso que não possa cumprir, ela estava certa. Contudo, vamos ficar atentos fiscalizando o andamento das CPIs da Educação e da CPTrans. Errar é humano, persistir no erro em tempos de mídias sociais um ano antes da eleição, é pedir para perder votos.

Lembrando que este é um blog pessoal, reflete minhas opiniões sobre os fatos. O político ou assessor que não estiver de acordo pode enviar nota oficial. O espaço esta garantido.

ATUALIZAÇÃO: O Blog do Eduardo Ferreira esclarece que o vereador Marcos Montanha (PROS) participou da votação da votação do aumento dos servidores, mas faltou a votação do passe-livre dos estudantes e a reunião da CPI. 

Em nota, sua assessoria apenas esclareceu o fato acima, ainda aguardamos nota sobre a falta na reunião da CPI, e agora, corrigindo o post, a votação do passe-livre dos estudantes. 






Nenhum comentário: