Caçambas quebradas, entulho e lixo na 24 de Maio. E os nossos R$78 milhões?



A empresa pernambucana Locar faturou um contrato de R$ 78.282.259,38 por 24 meses, um repasse mensal de R$ 3.261.927,47. Todo este dinheiro para recolher o lixo, entulho e fazer manutenção. Vejam o que acontece na Rua Nova, na comunidade da 24 de Maio. É o mesmo que ocorre em diversos outros bairros da cidade. 

Até quando nós, o povo, vamos aguentar tamanha humilhação? Até para ser feito de trouxa existe um limite. Por este valor até a madeira dos pontos de ônibus deveriam levar óleo de peroba. 

Comentários

Anônimo disse…
Enquanto isso, o Prefeito Rubens Bomtempo vai a justiça contra os servidores. Pois é, o ataque mais pesado contra o funcionalismo público acaba de ser lançado, como se não bastasse os salários achatados, as perseguições pelos chefes comissionados (todos cupinchas), as pessimas condições de trabalho. O Prefeito quer cortar as incorporações de CC e FG de todos servidores! Tem gente aí que depois de 30 anos de Prefeitura e depois contribuir pra previdência sobre esses valores vai ficar na chuva quando se aposentar!

Depois de tentar passar reajuste 3% e depois parcelar até o de 8%, vem esse tapa na cara.

http://www4.tjrj.jus.br/ejud/ConsultaProcesso.aspx?N=201500700135

Pede pro seu amigo Borges, que é advogado, para entrar no sistema do tribunal e baixar a petição do Prefeito...