Liminar adia pela quarta vez licitação para subconcessão do estacionamento rotativo



Rômulo Barroso: A licitação para subconcessão do serviço de estacionamento rotativo na cidade foi adiado pela quarta vez. Depois de ser cancelado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ) em duas oportunidades e ser postergado na última semana a pedido de uma das empresas interessadas (que queria mais informações), agora foi uma liminar que impediu o recebimento de ofertas. A empresa Stop Fácil Gerenciador de Software Ltda-ME entrou com um pedido de suspensão da licitação, que estava marcada para ontem (22).

A Stop Fácil reclama que apresentou recursos à CPTrans e que foram rejeitados, além de ter encontrado pontos que feriam a legislação que rege sobre o sistema de licitações no país. Assim, o juiz Jorge Martins, da 4ª Vara Cível de Petrópolis, deu um prazo de cinco dias para a entidade comprovar a regularidade do processo licitatório. Enquanto isso, a Companhia não pode dar seguimento e receber propostas dos interessados no serviço de estacionamento rotativo, para impedir previamente uma possível impugnação do resultado.

fonte: Diário de Petrópolis

Comentários