quarta-feira, 3 de junho de 2015

GUARDA CIVIL DE PETRÓPOLIS: CARTA ABERTA AO POVO PETROPOLITANO

Esta carta esta sendo distribuída através das redes sociais por guardas municipais, o espaço esta a disposição da Secretaria de Segurança para nota oficial.

Ao povo de Petrópolis: Viemos por meio desta, chamar a atenção de nossa população para um assunto de interesse de todos nós moradores desta cidade, e com isso honrar o nosso compromisso de colaboradores da ordem pública, pautados em nossos princípios de dedicação, profissionalismo e respeito, juramos servir ao povo desta cidade com total desprendimento na defesa da nossa cidade, de nossos munícipes, na manutenção da ordem pública, seja no controle do transito, seja nas escolas e praças ou em nossos prédios públicos assegurando o direito Constitucional a Segurança Pública atuando com respeito e dedicação. 

Tendo em vista a crescente onda de violência que assola a todo o país, queremos chamar a atenção da população para as razões que nos fizeram chegar até aqui: Petrópolis tem aproximadamente 320 mil habitantes, A Guarda Civil conta hoje com um efetivo de 230 Guardas sendo que deste numero 180, aproximadamente, em efetivo exercício. 

Não estamos nos furtando a trabalhar, pelo contrário, queremos exercer com plenitude, eficiência e rapidez as dificuldades que nos são impostas diariamente sempre buscando em nossas ações contribuirmos para um bem maior que é o direito de ir e vir dos cidadãos de seu trabalho para sua residência; no deslocamento eficiente de um socorro urgente; de ruas mais povoadas de agentes de segurança em rondas periódicas, e apoiarmos as ações de nossas forças policiais já tão sobrecarregadas em suas missões diárias. Esta manifestação que faremos é para cobrarmos de nossas autoridades que tratem a Segurança Pública com a seriedade que deve ser tratada, pois somos Agentes de Segurança Pública. 

Não temos viaturas que funcionem satisfatoriamente (as que temos é espólio cedido pela polícia militar, já nos limites de suas utilizações); não temos uma sede própria, e a que temos, encontra-se em situação precária, necessitando de reformas urgentes em sua estrutura.  Não temos meios eficientes de comunicação (pois os rádios que formavam a nossa rede ficaram obsoletos retirados do uso e nenhuma providência é tomada no sentido de que isto se resolva); temos Guardas trabalhando em postos longínquos e muitas vezes em área de risco, ficando isolado e entregue a própria sorte, e nenhuma providencia é tomada para a solução destes problemas. 

Enquanto isso, vemos que as Guardas Municipais dos municípios vizinhos estão tendo todo tipo de investimento em infraestrutura para poder melhor servir as necessidades da sociedade, enquanto nós retrocedemos no tempo, e o mais triste disto é que somos A SEGUNDA GUARDA MAIS ANTIGA DO BRASIL FUNDADA EM 12 DE JULHO DE 1.924, nem isso é levado em conta na hora dos investimentos e planos orçamentários de nossa cidade. 

Por este motivo é que comunicamos a você cidadão petropolitano e em respeito aos seus impostos, que faremos uma manifestação no dia primeiro julho de 2015, em busca do respeito que lhes é devido, pois não estamos oferecendo um serviço à altura da grandeza de nosso município e de seus cidadãos, reivindicamos melhorias na qualidade deste serviço e esperamos contar com a compreensão da população que é o objeto alvo de nosso trabalho. 

Varias solicitações foram feitas ao poder EXECUTIVO, mas sem uma resposta que nos desse pelo menos, a esperança de uma perspectiva de melhores condições de trabalho. Diante de tudo isso que foi exposto, ainda temos que aceitar OS CONTRATOS DE SERVIÇOS DE FIRMAS DE SEGURANÇA PARTICULAR, em setores que poderiam ser ocupados por Guardas, sem ônus para os cofres da prefeitura, uma vez que somos remunerados para este fim, deste modo, pedimos antecipadamente, desculpas a população petropolitana, mas é preciso que todos tenham conhecimento do que se passa em nossa cidade, no que diz respeito a GUARDA CIVIL DE PETRÓPOLIS.
Juntos somos mais fortes.

Nenhum comentário: