Dell'Arte divulga programação do 15° Festival de Inverno



Fernanda Tavares - A presidente da Dell'Arte Soluções Culturais, Myrian Daueslberg, lançou oficialmente durante uma coletiva de imprensa realizada hoje (25) a programação do 15º Festival de Inverno de Petrópolis, que será realizado entre os dias 10 e 19 de julho. Nesse ano, o festival que é um dos mais populares do país, receberá atrações diversas: música clássica, ópera, corais, exposições e a exibição de jovens talentos.Os eventos ocorrerão na Catedral de São Pedro de Alcântara, Museu Imperial, Hotel Solar do Império e Praça da Liberdade, além do Espaço Miguel Salles, em Itaipava.

Segundo Myrian Daueslberg, o festival exulta a atmosfera cultural que envolve a cidade imperial. “Promover a cultura está cada dia mais difícil, mas, não desistimos e Petrópolis merece esse festival, porque além de proporcionar o acesso à cultura para todos os públicos, promove o setor turístico. A cidade precisa ser mais divulgada e a nossa preocupação é com a qualidade artística das apresentações”, afirmou.

Nessa edição, o festival vai contar com apresentações especiais, como um concerto da Orquestra Sinfônica Cesgranrio, sob a regência do maestro Eder Paolozzi, no domingo, dia 12 de julho, às 11h. “Vamos ter três noites temáticas, uma indiana com a participação da bailarina indiana, Sucheta Chapekar, uma noite portuguesa com uma homenagem muito especial à Amália Rodrigues, com Jorge Rodrigues e um material inédito de sua carreira e sua relação com o Brasil, uma noite cubana com a cantora lírica Angélica de La Riva com a participação do pianista cubano Orlando Alonso, os concertos românticos na série Concertos ao meio dia e, claro, a valorização dos artistas petropolitanos com três apresentações especiais”, contou.

Outro ponto de destaque será o projeto “O festival vai à praça”, quando alunos das escolas municipais terão a oportunidade de mostrar seus talentos. “Para mim é o momento mais feliz do festival, com a participação de corais, dança de rua e violinos”, conta Myrian. As atividades dos jovens terão como tema “Conscientização na economia de água” e ocorrerão no dia 12 de julho, às 9h.

A abertura de gala do festival vai ocorrer na sexta-feira, dia 10 de julho, às 20h, com a apresentação da Orquestra e Coro Mariuccia Iacovino, uma orquestra que tem como característica principal a inclusão de jovens. Também na Catedral, será apresentado o concerto do organista Marcelo Giannini, no sábado, dia 18, às 16h.  

O Solar do Império vai ser o palco da apresentação da solista petropolitana Anna Hannickel, na terça-feira, dia 14 de julho, às 17h. Outro destaque será a ópera cômica italiana “O professor de música”, do compositor Giovanni Batista Pergolesi, da Escola de Música da UFRH, no Theatro Dom Pedro dia 11 de julho, às 19h. Também no Theatro corais petropolitanos marcarão presença: Coral Dó Ré Mi (quinta-feira, 16 de julho, às 19h), Coral Municipal de Petrópolis (sexta-feira, dia 17 de julho, às 20h) e Coral das Meninas Cantoras de Petrópolis (sábado, dia 18 de julho, às 20h).

No Museu Imperial, continuam os tradicionais Concertos ao Meio-Dia, com os pianistas Lígia Moreno e João Elias (obras de Schubert e suíte de Rachmaninoff para dois pianos (quarta-feira, dia 15 de julho, às 12h), Kátia Balloussier com Patrícia Glatzl interpretando Schumann e Daniel Burlet tocando Tchaikovsky (quinta-feira, dia 16 de julho, às 12h) e Ligia Moreno interpretando o concerto Rachmaninoff 3 acompanhada por Kátia Ballousier.

O festival contará ainda com oficinas de stop motion na Praça da Liberdade (domingo dia 12 de julho, às 15h), palestra com Estêvão Hermann “Jazz e/ou Clássico” (sábado, dia 11 de julho, às 11h) e mesa redonda com Claudio Dauelsberg “O funk brasileiro e a Música Clássica” (sábado, dia 18 de julho, às 11h, no Cinetratro do Museu Imperial. Em Itaipava, o destaque fica por conta da vernissage da exposição de Luiz Áquila ao som do Mariano e Trio (sábado, dia 18 de julho, às 21h) no Espaço de Artes Miguel Salles. Para encerrar o festival, o espetáculo de dança “Passinhos Brazil” (domingo, dia 19 de julho, às 17h).



Campanha de Solidariedade

Os ingressos tem preços populares e os bilhetes podem ser adquiridos nas bilheterias dos locais onde os eventos ocorrerão. Parte deles é destinada aos jovens. Como em todos os anos, o Festival de Inverno de Petrópolis promove uma campanha solidária de arrecadação de alimentos não perecíveis. A madrinha da ação, nesse ano, é Vera Cecília Pinto Pereira, presidente da Associação Filantrópica de Petrópolis. Pede-se a doação de um quilo de alimento não perecível para cada apresentação. Os alimentos arrecadados serão doados para instituições e comunidades carentes.

“Estou muito feliz em fazer parte dessa iniciativa. Já temos o costume de ajudar quinze instituições e já conseguimos 500 quilos de alimentos para o Festival de Inverno de Petrópolis. Contamos com a colaboração de todos”, disse.

Sobre o Festival

O festival de Inverno de Petrópolis foi criado em 2002 pela Dell'Arte Soluções Culturaia. Nesses quinze anos grandes artistas e orquestras já se apresentaram no evento, como Nelson Freire, Orquestra Municipal do Rio de Janeiro, Zizi Possi e New Tide Orquestra da Suécia. Mais informações podem ser adquiridas através do site www.fipet.net.br

fonte: Tribuna de Petrópolis