segunda-feira, 18 de maio de 2015

Sessão itinerante da Câmara ouvirá moradores de oito comunidades



Moradores de oito comunidades nos arredores da Avenida Barão do Rio Branco e do bairro Retiro poderão apresentar aos vereadores suas reivindicações durante a sessão itinerante que será realizada nesta terça-feira (19), às 19h, na Escola Municipal Liceu Carlos Chagas. O projeto “Câmara na Comunidade” foi criado com o objetivo de aproximar a população do Legislativo e melhorar a interlocução entre moradores e parlamentares. Este ano as sessões itinerantes já foram realizadas no distrito da Posse e nos bairros Correas e Nogueira.  Somadas, as plenárias reuniram mais de 400 pessoas.

“Observamos uma participação crescente da população. As plenárias são realizadas sempre à noite, para que mais pessoas conheçam o trabalho da Câmara e apresentem suas demandas. Além de ouvir as reivindicações, agregamos ao projeto o atendimento jurídico gratuito, feito através de uma parceria com a UCP. Ele tem sido um instrumento de auxilio para a população”, explica o presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Igor (PMDB).

Para que as pessoas sejam atendidas com calma, a equipe do Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) da Universidade chega mais cedo, às 16h. “Muitas vezes as pessoas buscam informações simples e com as orientações que recebem ali já resolvem seus problemas. Os atendimentos são individuais. Os casos mais complexos, que exigem uma ação judicial, por exemplo, são encaminhados ao NPJ, onde são acompanhados”, explica Paulo Igor. Em média a equipe da Universidade tem feito 10 atendimentos em cada comunidade.

A Escola Municipal Liceu Carlos Chagas, fica na Avenida Barão do Rio Branco, 2.053 - Centro. O local foi indicado pelo vereador Anderson Juliano (PT). “Temos naquela região diversas comunidades e todas merecem atenção. O Liceu é um ponto central, um local de fácil acesso para todos. Esperamos que não só as lideranças comunitárias, mas também os moradores das comunidades compareçam”, diz o vereador Anderson. A expectativa é de que a plenária reúna moradores do  Atílio Marotti, Unidos Venceremos,  Quarteirão Brasileiro, Retiro, Chácara das Rosas, Vale dos  Esquilos, Neylor e Alemão. 

No dia 5 deste mês, vereadores estiveram na paróquia de Santo Antônio e Santo Agostinho, em Nogueira,  onde ouviram as reivindicações de moradores da região. Mais de 100 pessoas acompanharam a plenária. O aumento no número de construções de empreendimentos imobiliários no bairro e os impactos no trânsito por conta do crescimento foram as principais preocupações apresentadas. Em resposta às demandas, Paulo Igor orientou que a Comissão de Planejamento, Uso, Ocupação e Parcelamento do Solo, Política Agrícola, Política Urbanística e Habitação da Câmara, acompanhe  de perto a questão. O presidente encaminhou ainda ofícios aos órgãos públicos competentes cobrando a elaboração de um plano de mobilidade para o bairro e pedindo informações sobre os licenciamentos das obras em andamento.

“É um compromisso da Câmara de Vereadores levar aos órgãos competentes as demandas dos moradores e cobrar soluções para os problemas apresentados”, pontua Paulo Igor.
 Até o fim do ano o projeto “Câmara na Comunidade” realizará mais sete sessões itinerantes. As próximas reuniões estão marcadas para os dias  9 e 30 de junho, 18 de agosto, 10 e 29 de setembro, 20 de outubro e 10 de novembro. Os locais serão definidos de acordo com a indicação dos vereadores.

Nenhum comentário: