PT realiza etapa petropolitana de seu V Congresso



Por todo o Brasil, o Partido dos Trabalhadores vêm realizando encontros municipais e estaduais previamente ao 5º Congresso Nacional da sigla, que acontece no mês de junho. Em Petrópolis, o PT reuniu, na última segunda-feira (27), cerca de 90 filiados, simpatizantes, representantes do movimento sindical e demais partidos na Câmara de Vereadores de Petrópolis para a sua etapa do congresso.

Recebendo lideranças estaduais como o ex-Deputado Estadual Robson Leite, o Secretário de Formação Política do PT RJ, Bernardo Cotrim, e o Secretário de Estadual de Organização do partido, João Maurício, que representou também a Deputada Estadual Zeidan (PT), o congresso foi aberto com a apresentação do coro Nheengareporanga, ligado ao CDDH Petrópolis e regido pelo Maestro Carlos Fecher.

O coro que cantou a Internacional Socialista, hino exaltado por militantes socialistas e comunistas desde o século 19, homenageou Inês Etienne Romeu, vítima de torturas durante o período do regime militar na Casa da Morte e que faleceu esta semana, apresentando a canção Calice de Chico Buarque.

“A homenagem à eterna companheira Inês emocionou a todos. O PT Petrópolis tem estado na luta pela desapropriação da Casa da Morte e construção de um centro de memória e verdade. Vamos agora junto com a Comissão Estadual da Verdade lançar um projeto de lei que altere o nome da Rua Arthur Barbosa, onde fica a Casa da Morte, para Rua Inês Etienne Romeu, um primeiro e pequeno passo para o reconhecimento oficial de sua luta.”, disse Yuri.

O vereador Anderson Juliano, representante petista na Câmara Municipal, também esteve presente e prestou contas sobre o mandato convocando os militantes em defesa da manutenção da lei que garante isenção do IPTU aos idosos. 

Por fim, foi apresentada por Yuri, a tese do partido e suas principais bandeiras de luta para o próximo período. O documento receberá acréscimos dos filiados antes de ser enviado à instância nacional do partido. 

“Esse foi mais um excelente espaço de formação e debate político pensando na construção de um novo projeto para a cidade. ‪Debater o Brasil e Petrópolis em um período de efervescência política, em um evento propositivo com a presença de demais partidos do município, movimentos e população é bastante satisfatório.” concluiu Yuri.