Paulo Igor vai reunir autoridades para discutir segurança na BR-040


Às vésperas da alta temporada de inverno, período em que Petrópolis recebe cerca de 400 mil visitantes, o presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Igor (PMDB), está solicitando uma reunião com autoridades para discutir a questão da segurança na BR-040 e nas vias de acesso à rodovia – que é a principal ligação entre a capital e a cidade. A reunião é motivada pela preocupação diante de casos de violência registrados no trecho que corta a Baixada Fluminense. “A intenção é reunirmos representantes da Polícia Rodoviária Federal, das Polícias Civil e Militar e também da Secretaria Municipal de Segurança para discutir o assunto e juntos buscarmos uma solução, para que a economia da nossa cidade não seja comprometida em um momento tão importante como a temporada de inverno -  período em que a cidade recebe mais visitantes. A vida dos turistas é fundamental para movimentar a economia da cidade”,avalia Paulo Igor.  

Paralelo à reunião, a Câmara de Vereadores está enviando ofícios à Secretaria de Estado de Segurança, pedindo reforço no policiamento ostensivo em vias de acesso à BR-040, na Baixada Fluminense, e à Superintendência da Polícia Rodoviária Federal, para garantir a segurança de motoristas que transitam diariamente na estrada que liga o Rio de Janeiro e Petrópolis. O documento enviado à PRF solicita aumento da fiscalização ao longo dos 40 quilômetros de subida e descida da Serra.

A iniciativa de Paulo Igor recebeu o apoio do presidente do Sindicato das Empresas do Comércio (Sicomércio), Marcelo Fiorini, dos demais vereadores da casa, e do deputado estadual licenciado Bernardo Rossi (PMDB), que no início deste mês já havia levado o assunto à Superintendência da PRF. “A PRF garantiu policiamento 24 horas nos 44 quilômetros de descida e subida da serra, mas estamos estendendo este pedido para outros acessos à rodovia, na Baixada e para que a Serra Velha também receba mais atenção”, afirma Bernardo Rossi.

Os documentos estão sendo encaminhados às autoridades nesta quarta-feira (13). Um ofício também está sendo enviado à Secretaria Municipal de Segurança para que mobilize autoridades da cidade.
            “Esta iniciativa da Câmara de Vereadores é muito importante para nossa cidade. Precisamos unir forças para garantir que a imagem da cidade não seja prejudicada. A estrada corta a baixada fluminense, que é uma área crítica. As ações para o aumento da segurança são muito importantes. Precisamos de mais policiamento”, avalia o presidente do Sicomércio, Marcelo Fiorini.

O reforço na segurança da BR-040 também foi reivindicado pelo deputado estadual licenciado Bernardo Rossi, em uma reunião com a superintendência da PRF no início de abril. Na ocasião, a PRF informou que está recebendo R$ 400 mil em equipamentos e viaturas. Os recursos são oriundos de excedentes da tarifa de pedágio e serão destinados à polícia por meio de convênio.  

“A empresa que explora a rodovia lucra com a estrada. É fundamental que ela também contribua para a segurança da BR-040”, considera Bernardo Rossi, frisando que  além da coibição de crimes, os recursos auxiliam o atendimento em casos de acidentes.  “Nosso acesso não são apenas os 20 quilômetros de subida da serra e os 20 de descida. O deslocamento passa pela Baixada Fluminense. A PRF poderia estar bem equipada e com mais policiais se a empresa que administra e lucra com a estrada revertesse parte do pedágio para a segurança”, aponta Bernardo Rossi.

No último mês, passageiros de dois ônibus de linhas intermunicipais da cidade foram assaltados em vias de acesso à BR-040. Apesar dos assaltos terem acontecido  em municípios vizinhos, alguns casos foram  registrados na delegacia de Petrópolis (105ª DP).  “Temos na delegacia não só casos de assaltos em coletivos, mas também de roubo de veículos e roubos de cargas que acontecem nessa região da Baixada. Todos os casos estão sendo investigados”, disse o titular da 105ªDP, delegado Alexandre Ziehe.  

Comentários