quinta-feira, 7 de maio de 2015

Paulo Igor cobra estudo de impacto para empreendimentos em Nogueira



Em resposta à preocupação de moradores de Nogueira com o aumento no número de construções de empreendimentos imobiliários no bairro e com os impactos no trânsito por conta do crescimento, o presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Igor (PMDB), orientou que a Comissão de Planejamento, Uso, Ocupação e Parcelamento do Solo, Política Agrícola, Política Urbanística e Habitação acompanhe  de perto a situação. Paulo Igor irá encaminhar ainda ofícios aos órgãos públicos competentes cobrando a elaboração de um plano de mobilidade para o bairro e pedindo informações sobre os licenciamentos das obras em andamento.

 “Se todos eles estão devidamente licenciados junto ao município,é preciso que a prefeitura apresente aos moradores o planejamento de mobilidade elaborado para o bairro”, aponta Paulo Igor. O assunto foi debatido durante a sessão itinerante da Câmara de Vereadores, realizada na noite de terça-feira (05.05) na paróquia de Santo Antônio e Santo Agostinho.

“Vemos as construções de prédios se multiplicando em Nogueira, mas ninguém fala sobre o que vai acontecer depois. O que vai acontecer quando todas estas unidades estiverem ocupadas? Se não houver planejamento, o trânsito, por exemplo, ficará inviável, será um caos”, apontou João Alberto, que há 12 anos mora em Nogueira e faz parte da diretoria da Associação de Moradores do bairro.
Indicações para a pavimentação de vias secundárias apresentadas por moradores, como a Rua Dr. Biná, no Calembe, e as Ruas Minas Gerais e Milton de Carvalho, em Nogueira foram aprovadas pelos vereadores durante a sessão plenária e serão encaminhadas ao Executivo.

Lideranças comunitárias apresentaram ainda reivindicações como a instalação de um posto de saúde e a necessidade de uma área de lazer para os moradores. “Hoje temos apenas o posto de saúde de Águas Lindas, mas ele não dá conta da demanda. Precisamos de um posto em Nogueira”, reivindica o presidente da Associação de Moradores, Tarcísio Bandeira. “Outro problema que temos aqui é a falta de uma área de lazer para os moradores. Há muito tempo reivindicamos a construção de uma quadra poliesportiva”, completa o presidente da Associação de Moradores de Águas Lindas, Carlos Eduardo França.

A plenária reuniu mais de 100 moradores da região. “Para nós é muito importante que o bairro receba esta atenção. A Câmara está de parabéns por esta iniciativa”, diz o presidente da Associação de Moradores do Calembe, Esmeraldino Teixeira de Abreu.

 “A proposta do projeto “Câmara na Comunidade” é de aproximar o Legislativo da população e levar ao Executivo as demandas apresentadas. Todas as reivindicações apresentadas durante a plenária serão encaminhadas as autoridades competentes”, assegura Paulo Igor, lembrando que a indicação para que a sessão itinerante fosse levada ao bairro Nogueira, foi do vereador Thiago Damaceno.

Moradores apresentaram abaixo assinado pela criação de Jardim Botânico em Nogueira

A degradação do lago de Nogueira também esteve na pauta da sessão itinerante da Câmara. A criação de um jardim botânico, especializado em flores ameaçadas de extinção, como alternativa para recuperar uma área de aterro de 20 mil metros quadrados no lago, foi uma das propostas apresentadas pelo “Comitê Pró Jardim Botânico”. O grupo de moradores que desenvolve o projeto de recuperação ambiental da área apresentou  aos vereadores  e  aos presentes, um abaixo assinado. “A  ideia do jardim botânico surgiu em 2013,  por conta do assoreamento de uma área correspondente a três quartos do lago. Esta questão vem sendo acompanhada pelo Ministério Público Estadual e precisa de uma solução”, explica o integrante do Comitê, Anderson Luiz Veiga Cardoso.  “O projeto conceitual está pronto. Estamos trabalhando agora no projeto detalhado.  Este trabalho está sendo acompanhado pelo biólogo do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Rodrigo Amaro. É um projeto de alcance ambiental, que  irá beneficiar muito a região”, explica o também integrante do Comitê, José Paulo Silveira, que entre os anos de 1996 e 2002 atuou como secretário de planejamento  do Ministério do Planejamento e há 10 anos mora em Nogueira. 

 "Além de ser um canal de comunicação direta entre a população e os vereadores, o Câmara na Comunidade contribui para  uma melhor interlocução entre moradores do bairro. A plenária é uma oportunidade de conhecermos de perto os problemas de cada região e até mesmo iniciativas como esta do jardim botânico, que é uma ação voltada para a recuperação ambiental bastante interessante", pontua o presidente da Câmara de Vereadores,  Paulo Igor ( PMDB).

Nenhum comentário: