sexta-feira, 1 de maio de 2015

Passeata e Mobilização no Centro Histórico fazem parte das atividades do Maio Amarelo em Petrópolis



Chegamos ao mês em que é registrada a maior mobilização mundial para a redução da violência no trânsito. Em Petrópolis, o Maio Amarelo, movimento que reúne sociedade civil e governo, irá promover uma série de atividades em alerta aos altos índices de acidentes automobilísticos. Entre elas, uma grande mobilização no dia 9 de maio, no Centro Histórico, com passeata e panfletagem. A iniciativa tem o apoio da Frente Parlamentar pelo Trânsito Seguro, presidida pelo deputado federal Hugo Leal (PROS-RJ) e da Prefeitura de Petrópolis. 

Segundo o levantamento do Instituto de Segurança Pública – Isp, órgão ligado à Secretaria de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro, foram registrados, somente nos três primeiros meses deste ano em Petrópolis, 108 casos de vítimas de acidentes automobilísticos, sendo quatro óbitos. Com o objetivo de mudar esta realidade, Petrópolis foi inserida no movimento Maio Amarelo.
No último dia 10 de abril, o prefeito Rubens Bomtempo, assinou um termo de adesão ao movimento com as presenças do deputado Hugo Leal e do presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), José Aurelio Ramalho.

Com a adesão, a prefeitura irá promover várias ações ao logo do mês, que já têm início manhã (1º de maio), quando haverá a Corrida do Trabalhador, onde os participantes usarão camisetas amarelas na prova em comemoração ao Dia do Trabalhador. Também haverá distribuição de material informativo na Expo Petrópolis 2015, evento que está ocorrendo no Parque de Exposições de Itaipava.

No dia 9, a concentração para a passeata no Centro Histórico está marcada para às 9h na Praça da Inconfidência. Os participantes irão percorrer a Rua do Imperador até a Praça Dom Pedro, onde haverá simulações de acidentes, distribuição de material informativo e de laços amarelos, - símbolo da campanha, entre outras atividades. No dia 10, a mobilização será em Itaipava, com panfletagem na entrada do Parque de Exposições.

Além dessas mobilizações, entre os destaques das ações do Maio Amarelo será desenvolvido durante o mês junto às escolas da rede municipal um concurso de vídeo onde os alunos, juntamente com seus professores, falarão sobre a segurança no trânsito. Os melhores trabalhos serão premiados. (mais informações nas secretarias).

O deputado Hugo Leal lembrou que o Brasil participa da Década Mundial de Ações para a Segurança no Trânsito, iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) e desenvolvida pela Organização Mundial de Saúde (OMS). “O objetivo é reduzir em 50% o número de mortes no trânsito até 2020. Para isso, é preciso que os municípios participem, que a sociedade se envolva. É preciso pensar, primeiro, em preservar as vidas, depois em reduzir o número de feridos e, por último, reduzir o número de acidentes”.

De acordo com o Relatório Global de Segurança no Trânsito 2013, publicado pela OMS recentemente, a chave para a redução da mortalidade é garantir que os estados-membros adotem leis que cubram os cinco principais fatores de risco: dirigir sob o efeito de álcool, o excesso de velocidade, não uso do capacete, do cinto de segurança e das cadeirinhas. Apenas 28 países possuem leis abrangentes nesses cinco fatores.


Nenhum comentário: