Vereadora denuncia péssimas condições de escola municipal no Quitandinha









Na sessão dessa quarta-feira, 8 de abril, a Vereadora Gilda Beatriz (PMDB) trouxe informações a respeito da Escola Municipal Jandira Bordignon, na Avenida Getúlio Vargas, no bairro do Quitandinha. A Vereadora realizou uma visita à escola após as fortes chuvas da última segunda-feira.

Segundo Gilda, “a Jandira Bordignon tem uma equipe muito boa, a Érika Lima é uma diretora muito dedicada, mas ocupa um espaço que não tem condições para ser escola. Anteriormente, ali ficava um depósito de móveis e, em 2004, passou a ser ocupado por aproximadamente 700 alunos, no que seria somente por seis meses. Passados onze anos, um pouco mais de 430 estudantes permanecem no colégio. O Executivo está ciente dos problemas da escola, pois ano passado apresentou um projeto de melhorias, que, no entanto, ainda não foi iniciado”.

Ainda de acordo com a Vereadora, “atrás do colégio, existe a Rua A, com captação de águas pluviais apenas na metade da rua. A outra metade, quando chove, entope e a água desce pelo colégio. Foi feita uma vala na lateral externa do colégio, para a água que vem da Rua A possa escoar, impedido que alague ainda mais as dependências do colégio”.

Além disso, com as chuvas, surgem cascatas d’água nas salas de aula. As calhas entupidas colocadas para dentro do colégio fazem a água escorrer pelas paredes e inundam todas as dependências, incluindo, o pátio e o refeitório. Há também o forte cheiro de mofo e parte do prédio está interditada. Outro problema encontrado foi a infestação de pombos nas janelas das salas de aula. A maioria das salas de aula são delimitadas por divisórias, que se encontram quebradas e com buracos.




Outro grave problema é que “no 1° e 7° ano estão matriculadas duas crianças autistas, mas sem mediadores para os auxiliarem. A diretora já fez ofício solicitando os profissionais, mas mesmo após um ano, a solicitação ainda não foi atendida”, finalizou a Vereadora.


Fotos: Assessoria da Vereadora Gilda Beatriz

Comentários