Prêmio Zilda Arns foi entregue por vereadores na noite de quinta-feira




Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado no domingo (8), a Câmara de Vereadores entregou na noite de quinta-feira (5) o prêmio “Zilda Arns” a 15 mulheres de reconhecido mérito e notoriedade por ações realizadas em prol da sociedade petropolitana. Em nome das homenageadas, a defensora pública Marília Pimenta agradeceu aos vereadores e lembrou a trajetória da mulher na construção da história, bem como as conquistas galgadas ao longo dos anos. “Este lugar é simbólico pra mim, pois lembro-me que aqui fiz, como defensora, meu primeiro Tribunal do Juri. Este prédio, assim como o nome de Zilda Arns, remetem a história da democracia. Zilda Arns é um exemplo de mulher que lutou pela causa social e mesmo após sua morte continua sendo uma referência para todos nós. Hoje após séculos de violência, podemos dizer que temos esperança”, disse a defensora em seu discurso.

Em reconhecimento ao importante trabalho para captar doadores para o banco de sangue do Hospital Santa Teresa, o presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Igor (PMDB) homenageou a petropolitana Márcia dos Santos Alves. “Márcia é uma comerciante, que se dedica de forma incansável a captar doadores para o banco de sangue, promovendo um bem que não há como mensurar. É uma mulher que doa o seu tempo para fazer o bem ao próximo, para salvar a vida de pacientes que dependem da solidariedade alheia. Em um mundo em que as pessoas são cada vez mais individualistas, ações como esta precisam ser destacadas e devem servir de exemplo para todos nós”, afirma o presidente da Câmara, Paulo Igor. 

“Agradeço ao Paulo Igor por esta oportunidade de lembrar a importância das doações de sangue para quem precisa”, disse Márcia.   

O Prêmio foi criado em 2014, por meio de um projeto da vereadora Gilda Beatriz (PMDB). O projeto prevê que anualmente cada vereador indique uma mulher para ser homenageada. Na ocasião foram homenageadas a juíza Andrea Pachá;  a defensora pública Marilia Pimenta; a supervisora da Faculdade de Medicina,  Maria Isabel de Sá Earp de Resende Chaves;  a agente de Saúde Zélia Maria de Souza;  a especialista em medicina da família,  Vânia Lopes Badin Werneck de Carvalho; a integrante da ONG Projeto Água, Sylvia Reis Firmeza; diretora do Grupo de Amigos Autistas de Petrópolis (GAAP), Marcia da Silva Loureiro;  a diretora da Escola Monsenhor João de Deus Rodrigues, Maria Inês Neves Alves; a  pastora  Cláudia Lucia de Assis Silva;  a comerciante Márcia dos Santos Alves;  a presidente  da Associação de Moradores e Amigos de Itaipava, Zilda Damião de Freitas; a médica da UPA Cascatinha,  Eliana Vilela Filgueiras; a  secretária executiva dos Conselhos Municipais de Saúde e Políticas Sobre Drogas, Amanda Alves Vellozo Nunes;  a membro do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente,  irmã Irma Guizzo;  e a pediatra Ana Maria Galheigo Damaceno, pelo projeto de apoio comunitário direcionado à crianças e adolescentes.