PETRÓPOLIS - 72 famílias da 24 de Maio recebem título de posse de suas casas


Famílias estão constituídas no local há 60 anos

A Secretaria estadual de Habitação iniciou neste sábado (28.02) a entrega de título de posse de casas para as primeiras 72 famílias da comunidade 24 de Maio a passarem pela regularização fundiária.  Mais 150 famílias do bairro estão tendo seus imóveis  analisados para também terem acesso ao documento que garante a posse definitivas das casas. A entrega dos primeiros títulos foi feita pela manhã pelo secretário Bernardo Rossi no Colégio Estadual Augusto Meschick.

“Como petropolitano é um dia muito feliz para mim de ter a chance de participar de um momento importante para a comunidade, uma das mais antigas da cidade com mais de 60 anos de existência.  O título simboliza a real cidadania de todas estas famílias”, destacou Bernardo Rossi, apontando ainda que o programa, executado pelo Instituto de Terras e Cartografia do Rio de Janeiro (Iterj), em Petrópolis  está processando a posse de casas de quase 5 mil famílias em diversos bairros como Corrêas, Araras, Retiro e Itaipava.

“Todo o trabalho feito no estado onde atualmente temos 117 mil títulos em andamento é meticuloso, como foi aqui na 24 de Maio. As casas precisam estar em áreas fora de risco entre outros critérios que possibilitam a titulação. As comunidades são acompanhadas por técnicos e por assistentes sociais durante todo o tempo, um apoio para que tudo seja feito da forma mais rápida e que todos possam entender e acompanhar o processo, de modo bem transparente”, explica Mayumi Sone, presidente do Iterj.

Elza Tavares, de 90 anos, uma das moradoras mais antigas da comunidade, foi uma das primeiras a receber o título.  Ela mora na 24 de Maio há 60 anos. Sua filha Sônia falou com emoção de receber o documento. “Com essa idade avançada é uma segurança  para minha mãe e toda a nossa família ter em mãos este título”. Nilton Esteves Tavares, 80 anos, construiu sua casa no local há 55 anos. “Criei meus  cinco filhos aqui e hoje meu coração está leve por ter a posse real da minha casa”, diz o ex-ambulante, hoje aposentado.

“Ímpar este ato da Secretaria estadual de Habitação, que está de parabéns, e o município está à disposição deste trabalho para multiplicar este ato em mais comunidades”, afirma o secretário municipal de Habitação, Jorge Maia Bolão, presente à cerimônia.

O secretário estadual de Habitação agradeceu o empenho da prefeitura e da Câmara de Vereadores que possibilitaram que o local onde estão as 72 casas fosse considerado Área de Especial Interesse Social (AEIs) e aos técnicos do Iterj. “A equipe é incansável em todos os processos que mantemos hoje em 900 comunidades do estado”, afirmou Bernardo Rossi.

A entrega dos títulos foi acompanhada por líderes comunitários e pelos vereadores Paulo Igor,. Silmar Fortes, Montanha,  Gilda Beatriz e Maurinho Branco.

Comentários

Belo trabalho, estive presente e puder ver a alegria das pessoas apos longos anos receberem os titulos,..esse um é Politico que sai do seu gabinete e vai luta ..Continue assiim...um forte abraço do amigo Sylvio Aldighieri
Belo trabalho, estive presente e puder ver a alegria das pessoas apos longos anos receberem os titulos,..esse um é Politico que sai do seu gabinete e vai luta ..Continue assiim...um forte abraço do amigo Sylvio Aldighieri