sexta-feira, 13 de março de 2015

Habitação reúne moradores do São Sebastião para apresentar obras


Moradores do segundo mais antigo conjunto popular de Petrópolis, o Gustavo Ernesto Bauer, no São Sebastião, conheceram na noite desta quinta-feira (12.03) à noite, detalhes do programa de reforma – o primeiro desde sua inauguração em 1982 -  realizado pela Secretaria estadual de Habitação. O investimento é de R$ 3,8 milhões para a recuperação das áreas comuns para 16 blocos onde estão 493 apartamentos, obra que será conduzida pela Companhia Estadual de Habitação (Cehab).

O secretário de Habitação, Bernardo Rossi, fez questão de conduzir a reunião. “Como petropolitano é um orgulho poder trazer programas do estado para a nossa cidade.  Hoje, com mais duas reformas dos conjuntos do São Sebastião e Sargento Boening, o estado totaliza seis recuperações de conjuntos em Petrópolis, investimento de R$ 14 milhões que beneficiam mais de 15 mil pessoas.

Já foram reformados os condomínios do Quitandinha, Dr.Thouzet, Mosela e Coronel Veiga, obras entregues aos moradores. Além do São Sebastião, esta semana Bernardo Rossi também se reuniu com moradores do Sargento Boening, que também entrará em reforma. “Conservar o que já existe também faz parte da política habitacional do estado e é uma ação importante para os moradores e também para as áreas de entorno. Conjuntos reformado e conservados valorizam toda a vizinhança”, aponta.

O síndico do BNH do São Sebastião, Paulo Lemos, está entusiasmado com a obra. Uma comissão de cinco moradores está sendo instituída para acompanhar todo o processo. “É uma oportunidade única. O compromisso da comissão é estar perto da execução para que tudo saia bem. Uma obra tão esperada é preciso o comprometimento de todos”, aponta. “Os moradores são os principais parceiros da secretaria na fiscalização da obra e a reforma tem a garantia de cinco anos, uma cláusula nova em todos os contratos que firmamos para a reforma de 10 conjuntos em andamento  no estado só neste primeiro semestre”, completa Bernardo Rossi.

O casal Ieda e João de Lima, aposentados, comemorou a reforma.  “Mais do que bem-vinda, chega em boa hora e vai valorizar o condomínio”, diz João. “Vai ser como mudar para um novo condomínio”, completa Ieda. A reforma abrange a recuperação de revestimentos externos e pintura das caixas de escada e fachadas dos 16 blocos, tratamento de superfícies de concreto deterioradas, recuperação de reservatórios de água e recuperação de cobertura. A licitação para a escolha da empresa que ficará responsável pela obra será realizada em abril, com expectativa de a obra iniciar em julho.

Nenhum comentário: