Câmara realizará onze sessões nas comunidades



Importante instrumento de comunicação entre o Legislativo e a população, o projeto “Câmara na Comunidade” está sendo retomado este mês. Ao todo, serão 11 sessões itinerantes ao longo de 2015. Duas delas serão realizadas em março, no distrito da Posse e no bairro Corrêas, sempre a partir das 19h. Além de agilizar a interlocução entre vereadores e a população – que apresenta as necessidades dos bairros aos parlamentares –, o projeto vem oferecendo, por meio de uma parceria com a Universidade Católica de Petrópolis, o serviço de atendimento jurídico aos moradores. 

“Levando este projeto às comunidades percebemos que muitas pessoas acabam apresentando demandas jurídicas e pedindo auxílio aos vereadores para diferentes questões. Buscamos uma parceria com o núcleo de atendimento jurídico da UCP, que dispõe de profissionais capacitados e passou a dar esse suporte. As pessoas recebem no local o primeiro atendimento e as orientações necessárias. Esse trabalho vem sendo muito positivo”, explica o presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Igor (PMDB), lembrando que o atendimento jurídico começa às 16h, três horas antes da sessão itinerante para que as pessoas possam ser atendidas com calma. 

A primeira sessão do “Câmara na Comunidade” acontece no dia 10 de março, no distrito da Posse. A reunião acontece na Escola Moyses Furtado Bravo, que fica na Praça Flávio Castrioto. A segunda reunião do ano está marcada para o dia 31 de março, no bairro Corrêas. “A cada mês, um vereador indica o bairro. Neste primeiro, por exemplo, a indicação é do vereador Ronaldo Ramos, que levará a sessão itinerante aos moradores da Posse. O segundo local foi indicado pelo vereador Silmar Fortes. Esse trabalho é importante, pois sabemos que a maioria das pessoas não tem tempo para assistir a sessões no plenário ou mesmo para trazer suas reivindicações aos gabinetes dos vereadores. Levando uma vez por mês as sessões a algum bairro ou comunidade, facilitamos o acesso das pessoas aos vereadores. 

As sessões acontecem de noite, o que permite que mais moradores participem e apresentem aos parlamentares suas demandas”, explica o presidente. Paulo Igor lembra que o projeto vem sendo um instrumento importante não só para aproximar a população do Legislativo, mas também para dar transparência ao trabalho dos vereadores. “Acredito que para exercer um bom mandato é fundamental que o parlamentar esteja atento às necessidades da população, ouvindo os problemas que afligem as pessoas em seu dia a dia e buscando soluções. 

A Câmara de Vereadores está com as portas abertas para a população. Diariamente todos os gabinetes estão disponíveis para atender as pessoas, mas é importante estreitar ainda mais esse laço do Legislativo com a população. As sessões itinerantes contribuem para esta interlocução”, avalia o presidente. As demais sessões do ano estão marcadas para os dias 28 de abril, 19 de maio, 9 e 30 de junho, 18 de agosto, 10 e 29 de setembro, 20 de outubro e 10 de novembro. Os locais ainda serão indicados pelos vereadores. 

Além do “Câmara na Comunidade”, outros canais de comunicação estão disponíveis para aproximar a população do Legislativo entre eles o “TV Câmara”, que transmite às terças, quartas e quintas-feiras as sessões plenárias em tempo real pelo canal 97 e pela internet. O “Alô Câmara”, linha direta entre a população e o legislativo para receber denúncias, também aproxima a população do legislativo. As informações podem ser passadas pelo 08000209208. 

A ligação é gratuita e pode ser feita de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h. “Como uma Casa que cuida dos interesses da população, a Câmara de Vereadores busca utilizar todos os instrumentos para melhorar o contato e agilizar a troca de informações com a população. Creio que este é o melhor caminho para que os vereadores trabalhem em consonância com os interesses da população e tenhamos uma cidade melhor”, avalia o presidente Paulo Igor.

Comentários