PTB LANÇA MOVIMENTO TRABALHISTA LEONEL BRIZOLA DURANTE SOLENIDADE NA ALERJ



Na última quinta-feira (22/01), dia em que o ex-governador Leonel Brizola completaria 93 anos, o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) lançou o Movimento Trabalhista Leonel Brizola, que será comandado pelo então amigo e braço-direito do político, Jecy Sarmento. A solenidade, realizada na Assembleia Legislativa do Estado do Rio pelo presidente estadual do partido, deputado Marcus Vinícius, contou com a presença dos netos de Brizola, o deputado federal Carlos Brizola Neto (PDT-RJ) e Maria Inês Brizola, além de Luiz Francisco Corrêa Barbosa, representando a presidente nacional do PTB, Cristiane Brasil, trabalhistas, brizolistas e correligionários. “Em uma data tão importante, lançar um movimento que traz de volta as raízes brizolistas para o partido onde Leonel começou sua história política é uma honra para o PTB. Acredito que entre tantas realizações, a maior delas foi na área educacional e é preciso resgatar o pensamento de Brizola de que apenas a educação muda a sociedade. O movimento é a base para a proposição e busca de ações concretas que sejam aplicadas em benefício de nosso País”, afirmou o deputado Marcus Vinícius.

Segundo a vice-presidente do movimento, Terezinha Sarmento, há 15 anos o projeto é idealizado e, a partir do seu lançamento, já conta com os nomes definidos para a sua composição, além de reuniões previstas para desenvolver trabalhos. "É fundamental olhar para os trabalhadores que hoje estão sem perspectivas, convivendo com greves. Ainda mais dentro de um partido trabalhista antigo. Acreditamos que o movimento será muito respeitado no Brasil", ressaltou. O presidente Jecy Sarmento, que durante o evento comunicou sua filiação ao PTB, acompanhou Leonel Brizola desde que o líder foi secretário de Obras no Rio Grande do Sul. "Queremos conquistar brizolistas em todo o território nacional, começando pelo Rio", garantiu. Neta do homenageado, Maria Inês Brizola destacou o significado da iniciativa para manter viva a memória de seu avô. "Precisamos levar as ideias de meu avô para frente, resgatá-las, reunindo os brizolistas perdidos pelo país. Ele tinha o foco voltado para a educação, que deve ser a base para que um país prospere. Como aluna de uma escola pública posso afirmar que se nada for feito em breve estaremos ainda piores. Precisamos investir na Educação e teremos o retorno positivo na sociedade", disse a jovem.

“Todos conhecem bem a importância de Leonel Brizola como figura política . Afinal, este homem que um dia foi lançado na vida pública por Getúlio Vargas, foi o único político eleito pelo povo para governar dois estados diferentes: o Rio Grande do Sul e o Rio de Janeiro. Foram muitas as realizações na história de Brizola, em especial no Rio, como a Universidade Estadual do Norte Fluminense, o início da construção da Via Expressa Presidente João Goulart (a Linha Vermelha) ou a construção de um espaço definitivo para os desfiles das escolas de samba com a construção da Passarela do Samba Darcy Ribeiro, conhecida em todo o mundo como o “Sambódromo”. Mas acredito que o maior legado de Brizola se deu com o projeto dos Centros Integrados de Educação Pública, os Cieps. Os “Brizolões”, como planejados, faziam parte de um projeto visionário de assistência em tempo integral a crianças, com atividades recreativas e culturais, em período integral, refeições completas, além de atendimento médico e odontológico. Muitos alunos poderiam estar amparados com qualidade. E é para resgatar esses ideais, e buscar ações concretas em benefício de nosso País que lançamos esse movimento”, explicou o parlamentar Marcus Vinícius.

Comentários