sábado, 10 de janeiro de 2015

BOLSAS DE ESTUDO: Nova seleção para preenchimento de vagas na UCP



Estela Siqueira: O ano letivo de 2015 para 500 alunos dos cursos de tecnólogos na Universidade Católica de Petrópolis (UCP) – com bolsas integrais custeadas pelo governo do estado – inicia no final de janeiro.  Uma nova seleção está marcada para o próximo dia 17 para o preenchimento de vagas remanescentes do vestibular realizado em dezembro.

As bolsas são custeadas por meio da Secretaria de Ciência e Tecnologia e a Fundação Dom Cintra, ambos com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ). A manutenção do programa foi garantida por emenda e indicação parlamentar do deputado licenciado Bernardo Rossi (PMDB).

Os cursos oferecidos são de Logística, Gestão da Qualidade, Controle de Obras e Manutenção Industrial e as inscrições para a segunda seleção podem ser feitas pelo site www.ucp.br.

Primeira instituição de ensino superior da cidade com 60 anos de fundação, a Universidade vai oferecer aos alunos uma inovação para promover a empregabilidade dos formados: a universidade está implantando o Programa Carreiras e Mercado visando à preparação dos estudantes e sua aproximação com o mercado de trabalho com vistas à rápida absorção dos futuros profissionais que estarão com diploma na mão entre dois e três anos.

“O convênio ofereceu 300 bolsas em 2008, voltou ampliado em 2011 com mais 500 bolsas e agora outras 500 estão sendo oferecidas. É uma vitória para a Educação de nossa cidade e a proposta de manutenção das bolsas foi abraçada pelo governador Luiz Fernando Pezão que quer Petrópolis como um polo universitário”, afirma Bernardo Rossi.

"O atual Grão-chanceler da UCP, dom Gregório Paixão e a nova reitoria da UCP, com total apoio do deputado Bernardo Rossi, não têm medido esforços para que essa parceria continue sendo um sucesso”, afirma o reitor da UCP, padre Pedro Paulo Carvalho da Rosa. “A Universidade foi fundada por Dom Manoel Pedro da Cunha Cintra, com o desejo de que os 'cursos surgissem sob a inspiração da fé e que a futura universidade tivesse como meta a defesa dos valores éticos, religiosos e da dignidade da pessoa humana'. Essas bolsas vêm ao encontro da missão da universidade, cuja visão é ser perene promotora do bem da sociedade", completa. 

Poderão participar da segunda seleção os alunos da rede pública e privada. O preenchimento das vagas vai respeitar o sistema de cotas, com 45% das vagas reservado a três grupos: estudantes negros ou indígenas; estudantes oriundos da rede pública de ensino ou da rede particular através do Programa Todos Pela Educação do município de Petrópolis ou programa equivalente de outros municípios, além de pessoas com deficiência, nos termos da legislação em vigor; filhos de policiais civis, militares, bombeiros militares e de inspetores de segurança e administração penitenciária, mortos ou incapacitados em razão do serviço.

Nenhum comentário: