quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Vereadores aprovam em primeira discussão orçamento do município para 2015



Em sessão plenária na tarde de ontem  (10) vereadores aprovaram em primeira discussão a Lei Orçamentária Anual para o ano de 2015.  A  LOA estima receita e fixa despesas do município para o exercício financeiro do ano seguinte.  O projeto foi lido em plenário e aprovado pelos 14 vereadores presentes. Com receita estimada em R$ 806.148.480,00, a Lei Orçamentária encaminhada à Câmara pelo Executivo prevê a aplicação de R$ 250.771.283,50 para a área de Saúde e  R$ 219.193.400,00 para investimentos em Educação. A área de Saúde, que este ano recebeu R$ 219.494.000,00, no ano que vem contará com mais R$ 31 milhões. Ainda de acordo com o projeto do Executivo, a área de Educação também terá um montante maior - R$ 21 milhões a mais do que este ano. Os valores ainda podem ser majorados por conta de emendas apresentadas pelos vereadores.

 “A LOA é o projeto mais importante que temos na Câmara. Hoje foi feita a primeira votação. Na semana que vem, ele volta à pauta e as emendas propostas pelos vereadores também serão votadas.  As emendas foram elaboradas com base nas demandas apresentadas da sociedade petropolitana. É importante que a população acompanhe a votação deste projeto, porque a LOA determina onde serão investidos os recursos do município”, explica o presidente da Casa, Paulo Igor (PMDB).

Ao todo, 30 propostas de emendas foram apresentadas, sendo 29 delas por vereadores e uma popular. Entre as emendas propostas pelos vereadores estão a destinação de R$ 18 milhões para a folha de pagamento dos funcionários da Saúde, R$ 3 milhões para viabilizar o reajuste salarial dos médicos da rede de atenção básica (PSFs), R$ 1,5 milhão para as despesas de enquadramento dos profissionais da educação, R$ 500 mil para  a aquisição de equipamentos para os hospitais de emergência e R$ 200 mil para construção de novas gavetas nos cemitérios da cidade. As propostas também realocam recursos para a instalação da Central de Intérpretes de Libras (linguagem de sinais usada por deficientes auditivos), para a Coordenadoria de Bem Estar Animal, e para viabilizar convênios com clínicas veterinárias para o serviço de castração e prevenção de zoonoses em animais de rua, para investimentos em drenagem e dragagem de rios, em segurança pública e esportes.

O projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) será votado em segunda discussão no dia 16. Na ocasião também serão votadas as propostas de emendas aos orçamento. A sessão acontece às 16h na Câmara de Vereadores.

Nenhum comentário: