Projeto “Vem pra quadra!” reforma espaços de lazer em comunidades



Estela Siqueira:    A Secretaria estadual de Esportes está reformando cinco quadras em comunidades de Petrópolis com colocação de alambrado e piso. A indicação do projeto “Vem pra quadra!” é do deputado estadual Bernardo Rossi (PMDB) que visitou as intervenções, já concluídas, no Alto Independência e São Francisco de Assis, na Fazenda Inglesa, nesta quarta-feira (10.12). Também serão feitas melhorias nas quadras do Atílio Marotti, Neylor e Comunidade da Glória. O projeto ganhou a parceria da prefeitura que vai garantir melhorias no entorno das áreas como a construção de vestiários e outros equipamentos para dar conforto e melhor acessibilidade aos usuários.

Os espaços receberão melhorias de acordo com as possibilidades que as áreas oferecem como forma de garantir o acesso para mais de oito mil pessoas nestes locais. As próprias comunidades apontaram o piso que julgaram melhor para usar e conservar. No Neylor, por exemplo, a opção foi pelo saibro, enquanto no Independência os moradores escolheram a grama sintética.

“Já apresentamos emenda ao orçamento 2015 do estado para que o projeto continue e seja ampliado na cidade. É um orgulho ter essa indicação acolhida e colocada em prática pelo estado e contar com a parceria da prefeitura. Sabemos que uma área de esportes gera lazer e atividade física o que afasta os jovens do uso de drogas e que beneficia toda a família. A intenção é que as quadras atraiam as famílias nos finais de semana”, afirma Bernardo Rossi.

A marca “Vem pra quadra”  e o projeto foram formatados de acordo com as características das comunidades atendidas em Petrópolis. Ele tem o patrocínio da Companhia Estadual de Gás (CEG) por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. O projeto é desenvolvido pela empresa Top Field, vencedora de licitação, que é responsável pela execução de outro projeto, o Travessia, que atendeu 14 comunidades com 22 obras em outros municípios fluminenses.

No Independência, a quadra fica na divisa com a localidade do Taquara, ampliando a quantidade de pessoas que vão poder usar o equipamento. Moradora do local, Noêmia de Lima Corrêa, 61 anos, aprovou a iniciativa. “Ficou bem melhor, com rede de proteção, sem toda aquela poeira e lama quando chovia e as crianças estão adorando o espaço”, atestou.

 “Além de livrar as crianças e adolescentes dos riscos do uso de drogas, o esporte forma pessoas mais preparadas para a vida em sociedade. Os equipamentos são de excelente qualidade e com durabilidade garantida, uma de nossas preocupações. Além de melhorar a prática esportiva, eles vêm garantir mais segurança aos freqüentadores das quadras”, afirma Bernardo indicando  ainda que o uso dos espaços será incentivado. “Sabemos que uma quadra para determinada comunidade é a única forma de lazer na maioria das vezes. Seu uso precisa ser acentuado e uma quadra bem conservada é um ótimo atrativo”.