Padre Jac completa 30 anos de sacerdócio



Nesta terça-feira, dia 09 de dezembro, padre José Augusto Carneiro – padre Jac, pároco da Catedral São Pedro de Alcântara - sede da Diocese de Petrópolis, completa trinta anos de sacerdócio. Serão celebradas Missas em Ação de Graças às 10h30 - celebrada por 12 padres, e às 20h – celebrada pelo próprio padre Jac, ambas coordenadas pelo Círculo de Apoio Vocacional de Santa Teresinha.

Padre Jac, nasceu em 27 de dezembro de 1947, em Bemposta, distrito de Três Rios. Veio para Petrópolis aos 3 anos de idade. Desde muito jovem demonstrou espírito de liderança, ocupando diversos cargos na APE - Associação Petropolitana de Estudantes, inclusive a presidência por 2 anos. Atuou em Rádio, Clubes, Promoções e em vários jornais como colunista assinando no Diário de Petrópolis a coluna social Jac Especial. De 1971  a 1979 trabalhou na Rádio Imperial de Petrópolis quando ela pertencia ao Sistema Globo de Rádio. Foi redator, apresentador de programas - destacando-se a Super Gincana Jovem Imperial, e organizador de eventos como    Festival de Teatro Infantil, entre diversos outros. A pedido do pintor internacional residente em Petrópolis, na época, Win Van Dijk iniciou a festa Personalidades Petropolitanas.

Em 03 de março de 1979, depois de atuar por vários anos na formação da juventude católica, fundando o Movimento Semente, deixou a vida profissional e ingressou no Seminário Diocesano Nossa Senhora do Amor Divino para a formação sacerdotal. Cursou Filosofia no Seminário de Corrêas e Teologia na Escola Teológica do Mosteiro de São Bento, no Rio de Janeiro. Foi ordenado Diácono em 27 de dezembro de 1983 por Dom Manoel Pedro da Cunha Cintra e sacerdote em 09 de dezembro de 1984 por Dom José Fernandes Veloso. Já como padre assumiu a direção da Revista Ação, órgão oficial da Diocese de Petrópolis. De 1985 a 1990 atuou como Pároco da Paróquia da Imaculada Conceição de Bemposta  e desde 18 de fevereiro de 1990 é o Pároco da Catedral de São Pedro de Alcântara.

De 1986 a 2006 foi professor de Ciências Moraes e Religiosas e Introdução à Teologia na Universidade Católica de Petrópolis onde também dirigiu a Rádio UCP-FM.

Em 14 de maio de 1999, assumiu a Direção Geral da Rádio Imperial de Petrópolis–AM,  onde, preservando a identidade Católica da Emissora, entretanto mantendo a Rádio aberta a toda a comunidade petropolitana, apresenta o Programa Plantão da Solidariedade, no qual divulga entidades que trabalham pelo bem comum e realiza campanhas filantrópicas como o Sábado Solidário e Inverno com mais calor humano, além dos eventos anuais: Tudo nos Fala das Mães e Meu Pai, Meu Exemplo.

Em 1971 recebeu o título de Cidadão Petropolitano pela Câmara Municipal de Petrópolis através do vereador Paulo de Souza Ribeiro. Recebeu do Rotary Cidade Imperial, onde atuou por mais de dez anos,  o título de Sócio Benemérito e Sócio Honorário.  Foi laureado pela ALERJ com a Medalha Tiradentes por indicação do Deputado Marcus Vinicius (Neskau).

A Vocação

A vocação surgiu já na infância, participando de ladainhas, Missas e atividades nas capelas do Divino Espírito Santo e São Sebastião em Carangola, acentuando-se quando foi estudar na escola de Frei Leão, Escola Gratuita Santo Antonio, no Alto da Serra, sendo lá orientado pela professora Irmã Maria Leônia, da Congregação das Irmãs Franciscanas do Sagrado Coração de Jesus. A escolha definitiva pelo sacerdócio veio após participar do Cursilho de Cristandade e o trabalhar com Jovens.

- Vale a pena responder ao chamado de Deus como o de Maria, a Mãe que era só de Jesus, mas que Ele quis que fosse nossa também. Tenho a grande alegria de ter nascido no dia em que a Igreja celebra São João Evangelista - 27 de dezembro, o discípulo tão amado por Jesus e que recebeu a bela missão de acolher Nossa Senhora. No trabalho solidário ele procura ser o esforço concreto para viver o amor ao próximo que Jesus ensinou e o texto da carta de São Tiago que diz: A fé sem obras é morta. Desejo Muitas bênçãos de Deus a todos – finaliza padre Jac. 

Comentários