sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Emendas de Bernardo Rossi beneficiando a Região Serrana aprovadas pela Comissão de Orçamento da Alerj

Petropolitano é o parlamentar que mais apresentou emendas: 1.525

A Comissão de Orçamento da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou 99,47% das emendas apresentadas pelos deputados ao orçamento do estado para 2015, estimado em R$ 81,9 bilhões. Bernardo Rossi (PMDB) foi o deputado que mais apresentou emendas à Lei de Orçamento Anual, com 1.525 propostas que beneficiam a Região Serrana, entre as quais R$ 369,3 milhões em recursos e programas para Petrópolis. O parecer da Comissão, apresentado nesta quarta-feira (10/12), em reunião no Palácio Tiradentes, será votado pelo plenário na próxima terça-feira (16/12).

“O estado tem R$ 11 bilhões direcionados a investimentos para o próximo ano. Ao apresentar todas essas emendas procurei apontar ao poder executivo as necessidades de vários municípios. O papel do deputado, além de legislar é esse: ser um porta-voz da população junto ao poder público executivo”, avalia Bernardo Rossi.

Projetos estruturantes e ações pontuais em áreas como saúde, educação e habitação estão focadas nas 1.525 emendas propostas por Bernardo Rossi. “Em 2014 nossa cidade, nossa região pode ver na prática com programas e recursos aplicados nos municípios a importância de ter um representante atuante no parlamento. As emendas que apresentei ao orçamento deste ano garantiram a UERJ em Petrópolis, as 500 bolsas na UCP, ambulâncias, ônibus escolares, a regularização fundiária para quatro mil famílias e até mesmo o aluguel social para vítimas das chuvas. Para o próximo ano queremos avançar ainda mais”, completa.

Ao todo, entre as propostas dos 70 deputados estaduais, 7.144 emendas foram aprovadas, e apenas 38 rejeitadas. Dos textos acatados, 717 estão destacados como prioridade para a o próximo ano. O Orçamento, calculado em R$ 81,9 bilhões, contempla setores da saúde, segurança pública e educação. Essas áreas tiveram um aumento no seu percentual destinado, comparado à Lei Orçamentária Anual de 2014: serão destinados 13% a mais para a área de saúde, 11% para a segurança pública e 10% para a educação.

Também foram aprovadas as emendas apresentadas à revisão do Plano Plurianual (PPA) 2012/2015, instituído pela Lei 6.126/11. Ao todo, foram 87 textos propostos, sendo nenhum rejeitado e 14 subemendados.

Via Ascom

Nenhum comentário: