terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Bernardo Rossi projeta 2015 como ano de incentivo à economia de Petrópolis


Reeleito deputado estadual, Bernardo Rossi (PMDB) avalia como positivo o ano de 2014 para a Educação na cidade e projeta para o próximo ano crescimento focado em setores econômicos. Convidado pelo governador Luiz Fernando Pezão a assumir a Secretaria de Estado de Habitação em janeiro, o petropolitano vai acompanhar projetos apresentados em seu primeiro mandato como parlamentar que ainda serão votados na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).  “Pedi urgência em dois projetos de lei que são fundamentais para a cidade: o ICMS turístico, que vai beneficiar outros municípios que também têm foco na área e a redução do imposto para ocupação de fábricas abandonadas, este específico para Petrópolis. Muitos projetos de meu primeiro mandato como deputado estadual ainda serão votados e farão a diferença para Petrópolis e municípios da região.”, afirma.

Antigas fábricas abandonadas podem voltar a ser ocupadas com atividades econômicas, inclusive diferentes de suas finalidades originais, por empresas ou grupo de empresas, beneficiados com ICMS a 2%. “A Dona Isabel é um ícone da situação de não aproveitamento desses galpões em áreas nobres. Existe ainda a Companhia de Papel, em Cascatinha, Rocca Têxtil e mais de duas dezenas de galpões inoperantes, alguns espaços históricos. O objetivo é que essas áreas voltem a ser produtivas”, aponta Bernardo Rossi.

Também tramita na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) projeto de lei para instituir o ICMS Turístico nos moldes do ICMS Verde, já em vigor.  “Não é a criação de um novo imposto, mas a destinação de uma parcela significativa dos R$ 25 bilhões do total de ICMS gerado no Estado anualmente para ser aplicado especificamente no Turismo. Esse investimento retorna com mais impostos sendo gerados com o fomento da atividade turística considerando o potencial do estado no setor. Petrópolis, um dos cinco maiores indutores do Turismo no estado vai ser diretamente beneficiada”, defende Bernardo Rossi.

“Já beneficiam Petrópolis a Lei da Moda e a redução de imposto para a indústria de móveis, ambas com ICMS a 2% e setores importantes para Petrópolis assim como a redução do ICMS para a cerveja artesanal que vai dotar a cidade de mais um setor de atração para o turismo. O esforço é para que mais segmentos  econômicos sejam beneficiados pelo estado”, assegura.

Bernardo Rossi também apresentou ao orçamento 2015 do estado emendas que destinam recursos para a instalação de um Centro de Convenções (R$ 3 milhões), Centros de Atendimento ao Turista em Itaipava e Petrópolis (R$ 750 mil) e a urbanização do Polo de Moda do Bingen (R$ 6 milhões).

Além da Educação, com investimento do Estado para o campus da UERJ em Petrópolis, a cidade contou a longo de 2014, com programas e recursos que possibilitaram a regularização fundiária em curso para mais de quatro mil famílias, a reforma BNHs, recuperação de estradas, verbas para o Alcides Carneiro e contenção de encostas.

 “Para 2015, queremos que o estado invista na reforma de estradas em áreas rurais, a urbanização de Itaipava, construção de pontes para desafogar trânsito em várias partes da cidade. São várias ações pontuais e estruturais que melhoram diretamente o turismo e também atingem outros setores econômicos”, afirma Bernardo aponta ainda que a parceria com o governador Pezão é fundamental para Petrópolis. “Pezão é municipalista e acredita que o estado do Rio só é forte quando o interior tem incentivos para crescer”.

 Via Ascom

Nenhum comentário: