TRE adia para segunda-feira a votação sobre a cassação de Pezão



O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) adiou para segunda-feira a votação sobre o suposto uso eleitoreiro do programa Gabinete Itinerante, do governador reeleito Luiz Fernando Pezão (PMDB). O processo estava na pauta de hoje (26), mas acabou não sendo votada.

Até agora, o relator do processo, corregedor eleitoral Alexandre de Carvalho Mesquita, votou por cassação, inelegibilidade e aplicação de multa a Pezão, por entender que o governador se utilizou do Gabinete Itinerante para "alavancar seu nome junto ao eleitorado mais humilde".

Já os magistrados Fábio Uchoa e Flavio Willeman divergiram, sob o argumento de que o programa era uma "atividade normal de governo".

fonte: blog de política Extra, Extra