PETRÓPOLIS / Professores que aderiram à greve terão ponto descontado



A Prefeitura, atendendo a um pedido do Sindicato dos Servidores Públicos de Petrópolis (Sisep), vai descontar em duas partes os descontos em folha de pagamento dos servidores da Educação que participaram da greve, no mês de setembro. 

Osvaldo Magalhães, presidente do Sisep. disse que foi esse o acordo feito com o Governo Municipal, procurando atender aos vários pedidos para que não houvesse o desconto. “Infelizmente, o desconto deve ser feito, pois como a greve foi considerada ilegal, os servidores receberam falta e por conta disso o Governo é o obrigado a descontar”, explicou Osvaldo.

De acordo com ele, a partir desta situação, negociou com o prefeito Rubens Bomtempo para que o desconto pudesse ser feito em duas partes, com o objetivo de que não fosse dado no primeiro mês os 30 dias de faltas. O que, segundo ele, conforme está previsto no Estatuto do Servidor, configuraria ausência de emprego e as consequências seriam muito piores.

Osvaldo Magalhães disse que neste momento a preocupação do Sisep foi negociar a situação jurídica dos servidores, lembrando que têm alguns com mais de 30 dias de faltas. Ainda segundo o presidente do Sindicato dos Servidores, muitas pessoas foram induzidas por causa das propostas apresentadas. “Quem não quer trabalhar menos? O que as pessoas não esperavam é que tudo terminaria desta maneira”, comentou, frisando que a pauta de negociação dos servidores da Educação ainda está em suspenso enquanto não se conseguir resolver as questões jurídicas.

A greve dos profissionais da Educação foi considerada ilegal pela presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Leila Mariano, que, numa audiência de conciliação, determinou que as negociações fossem feitas com o Sindicato dos Servidores de Petrópolis (Sisep). A greve foi organizada pelo Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe) e teve início no dia 4 de setembro, sendo que no dia 12 de setembro os profissionais deveriam ter retomado o trabalho. Muitos voltaram, mas um grupo não retornou e continuou em greve, e são esses que terão os dias descontados.

Comentários